• begoodmust

A Mãe de Frankenstein

Atualizado: 3 de fev.

Em A Mãe de Frankenstein, Almudena Grandes regressa ao período mais difícil da história de Espanha. Partindo de um homicídio muito mediático, a autora tece um enredo que recorda a crueldade do nacional-catolicismo na Espanha da década de 50 do século passado. Preço: 22€.



Rigor histórico, verosimilhança das personagens e dos diálogos, bem como uma narrativa cinematográfica marcam o novo livro desta importante voz, recentemente falecida, da literatura vizinha. Considerado pelos principais jornais espanhóis um dos melhores livros de 2020, já vendeu mais de 200 mil exemplares em Espanha e será em breve adaptado a série da Netflix.


Em 1954, o psiquiatra Germán Velázquez regressa a Espanha para trabalhar no manicómio feminino de Ciempozuelos, a sul de Madrid. Depois de partir para o exílio em 1939, viveu quinze anos na Suíça, onde foi acolhido pela família do doutor Goldstein. Naquela instituição psiquiátrica, Germán reencontra Aurora Rodríguez Carballeira, uma mulher inteligente e paranoica, tristemente célebre por matar a tiro a própria filha. Ali conhece também María Castejón, que cuida dela com enorme desvelo e gratidão. A amizade que acaba por nascer entre a jovem auxiliar e o doutor Velázquez leva o leitor a descobrir não apenas a sua origem humilde como neta do jardineiro da instituição, os anos de criada em Madrid e a infeliz história de amor que protagonizou, mas também o que levou Germán a abandonar a tranquilidade suíça e regressar a Espanha. Almas gémeas a fugir dos seus passados, ambos querem dar uma oportunidade a si próprios, porém vivem num país humilhado, onde os pecados se convertem em crimes, e o puritanismo – defendido pelo regime de Franco – encobre todo o tipo de abusos.


O livro já se encontra em pré-venda e estará disponível nas livrarias a 10 de fevereiro.


#must #revistamust #itmustbegood #livro #book #ler #leitura #book #lovebooks #AMãedeFrankenstein #AlmudenaGrandes #PortoEditora #Netflix