• CarlaRibeiro

5 alimentos essenciais que dão mais saúde do seu coração

Conheça os cinco alimentos que deve consumir para maximizar a sua saúde cardíaca para poder aproveitar durante vários anos o dia de São Valentim com a sua cara metade e, principalmente, para garantir mais anos de vida com qualidade.


As doenças cardiovasculares são responsáveis por quase um terço de todas as mortes no mundo. Só em Portugal, cerca de 35 mil portugueses morrem anualmente por doenças cardiovasculares.

A dieta e um estilo de vida mais saudáveis desempenham um papel muito importante na saúde do coração e podem diminuir o risco de doença cardíaca atuando na pressão sanguínea, nos níveis de triglicéridos (TG), nos níveis de colesterol ou de inflamação.

1. Abacate É uma excelente fonte de gorduras monoinsaturadas. Este tipo de gordura é a que que o nosso organismo melhor tolera. O seu consumo está associado à diminuição do LDL (“colesterol mau”) que, por sua vez, diminui o risco de doença cardíaca. Por outro lado, os abacates são ricos em potássio, nutriente essencial para a saúde do coração contribuindo para a diminuição da pressão arterial. Ainda assim o seu consumo deve ser moderado, não ultrapassando meio abacate por dia (aproximadamente 140 g).

2. Tomates São ricos em licopeno, um pigmento natural com poderosas propriedades antioxidantes. Estes previnem os danos sofridos pela oxidação das células e inflamações, as quais podem contribuir para o desenvolvimento de doenças cardíacas. Níveis baixos de licopeno no sangue estão associados a um maior risco de ataque cardíaco e de derrames. Por outro lado, consumir com regularidade tomates aumenta os níveis de HDL (“bom colesterol”).

Neste mês de fevereiro celebram-se, no mesmo dia, duas datas importantes para o coração: o Dia dos Namorados e o Dia do Doente Coronário.

3. Nozes São uma fonte de fibras e de diversos micronutrientes tais como magnésio, cobre e manganês. O seu consumo regular poderá reduzir o colesterol LDL, tal como o abacate, baixar a pressão arterial, o stress da oxidação das células e a inflamação, tal como acontece com o consumo de tomates. Por esta razão o consumo regular e moderado (30 g por dia, cerca de um punhado) está associado a um menor risco de doença cardíaca.

4. Edamame Para quem não conhece, são as vagens de soja antes de amadurecem. De origem asiática e tal como muitos produtos de soja, o edamame é rico em isoflavonas de soja, um flavonoide que contribui para a diminuição dos níveis de colesterol e melhora a saúde do coração. Além disso é rico em fibras e antioxidantes, que fornecem inúmeros benefícios à saúde em geral.

5. Sementes Sementes como a chia, linhaça e de cânhamo são uma excelente fonte de nutrientes que têm um grande impacto na saúde cardiovascular onde se incluem as fibras e ácidos gordos ómega-3. As sementes de cânhamo, por exemplo, são ricas em arginina, um aminoácido que tem sido associado a níveis de marcadores inflamatórios reduzidos na corrente sanguínea. Já a linhaça contribui para a manutenção da pressão arterial e dos níveis de colesterol.

Texto: Dra. Catarina Sofia Correia, Nutricionista Clínica Tejo Saúde, Parceira Fitness Hut - Grupo VivaGym

#must #itmustbegood #revistamust #fevereiro #coração #DiadosNamorados #saude #alimentos #DiadoDoenteCoronário #nutriçao #viverbem #alimentação #sementes #abacate #nozes #dieta