• begoodmust

Santiago do Cacém vai ser o epicentro da gastronomia nacional com muita festa e comida!

Está completo o programa do Arrebita Alentejo, que vai fazer de Santiago do Cacém o epicentro da gastronomia nacional nos próximos dias 19 e 20 de novembro. Ao todo, são mais de 23 chefs, da região e de todo o país, pasteleiros e padeiros, jovens talentos e cozinheiros consagrados, que irão ‘invadir’ o Mercado Municipal, numa iniciativa inédita de homenagem à gastronomia e aos produtos do Alentejo. A eles, juntam-se a Banda Farra Fanfarra, DJ’s Funkamente e a banda de Toty Sa’Med, a estrela da nova geração musical de Angola.




No sábado, o palco é do novo talento: projetos inovadores e jovens que estão a dar cartas na nova cena gastronómica alentejana vão mostrar a sua criatividade e uma nova abordagem à comida tradicional. No domingo, é a vez de chefs consagrados pelo Guia Michelin tomarem conta do Mercado, lado a lado com os produtores da região. A entrada é gratuita e os pratos têm o preço único de 6€.


O que é que vamos comer?

Difícil vai ser escolher entre os dois dias, entre todos os chefs. A 19 de novembro, destacam-se o Grão com fiambre de javali (uma iguaria do século XVIII), marmelos em calda e mainese de salva, do chef João Narigueta (Híbrido, Évora) ou as Almôndegas de coração de boi, do Francescco Ogliari (Tua Madre, Évora). Joaquim Saragga Leal propõe Granada de línguas de bacalhau com enchidos alentejanos, enquanto que Diogo Águas (Sem Nexo, Comporta) adoça a festa com a sua sobremesa de arroz carolino, pinhão e mel.



No dia 20, a Ana Moura (Lamelas, Porto Covo), serve Lulas com migas, grelos e patê de ovas de pescada, e o André Cruz (Feitoria*, Lisboa) traz um guloso hambúrguer de porco biológico da região com pickles de cebola roxa. Pela mão do chef Gil Fernandes (Fortaleza do Guincho*, Cascais), chega um sofisticado prato de Caça menor, tupinambor e molho holandês de ínula, enquanto Alexandre Silva (LOCO*, Lisboa) serve uma Lula da Costa Vicentina com molho de amêndoa e alho e tomates marinados. Sobremesas e outros mimos, ficam a cargo da maîtresse pâtissière Juliana Penteado, e em ambos os dias pode-se provar a já célebre Tarte de farinheira com castanhas e pera bêbeda do chef Filipe Ramalho. Mas há muito mais por onde escolher, e não faltam sugestões vegetarianas.


E porque estamos no Alentejo, vai haver vinhos da região, cocktails e, claro, com o gin da terra que conquistou o mundo, Black Pig, e o projeto mais recente, também da região, Gin dos Boticos.


O que é que vamos ver e ouvir?

Os Farra Fanfarra tocam no sábado (17h00-18h00), e nas ruas ou em palco prometem uma autêntica festa de instrumentos de sopro: trompetes, trombone, tubas, clarinetes, saxofones, tambores, ritmo e muita animação: eles são especialistas em “espalhar euforia”.

Fankamente, a dupla promissora de DJ’s que toca no Lux Frágil e que está a dar que falar já na Europa, fecham a noite de sábado (21h30-23h30) com um set que vai do Jazz, ao Funk e ao House até às sonoridades brasileira e portuguesa.

Toty Sa’Med, umas das figuras de culto da nova cena musical angolana, e que recentemente deu um concerto na Fundação Gulbenkian, fecha o Arrebita Alentejo com chave de ouro (domingo, 17h00-18h00). Cantor, compositor e multi-instrumentalista, Toty Sa’Med já tocou com Ana Moura, José Eduardo Agualusa e Dino d’Santigo.



Mais informações em www.arrebitaportugal.pt

#Must#itmustbegood #ArrebitaPortugal #ArrebitaAlentejo #CHEFS #COMIDA #MÚSICA #FESTACOMSABORANATAL #SANTIAGODOCACÉM #diversao #comida #saborees #vinhos

#Gastronomia