• CarlaRibeiro

As Aves Não Têm Céu

É o novo romance de Ricardo Fonseca Mota, vencedor, em 2015, do Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís que promete ir longe nos horizontes da literatura», como afirmou Mário Assis Ferreira aquando da atribuição do Prémio à obra Fredo, em 2015.

As Aves Não Têm Céu, de Ricardo Fonseca Mota, Porto Editora; 16,60€

Em As Aves Não Têm Céu, o autor apresenta-nos a história de um homem dolorosamente consumido pelo seu passado, marcado pela morte da única filha, e pelo que resta dessa tragédia familiar: o peso da culpa. Numa linguagem lírica e experimentalista, em que a prosa se aproxima por vezes da poesia, Ricardo Fonseca Mota, também psicólogo clínico, explora assim a alma humana em toda a sua dimensão, num romance a vários níveis desconcertante.


Um homem vagueia pelas noites insones, revisitando o passado e a culpa que lhe vai consumindo os dias. A mulher trocou-o por outro e levou consigo a sua única filha, ainda pequena. Na semana de férias em que finalmente pode estar com ela, sofrem um acidente de viação que resulta na morte da filha.


A culpa e o passado cruzam-se neste romance feito de gente que vive no escuro, como o taxista que várias vezes apanha este pai e o transporta pela cidade silenciosa, e os dois companheiros com quem desde a morte da filha partilha o espaço.


#must #itmustbegood #revistamust #PrémioRevelaçãoAgustinaBessaLuís2015 #RicardoFonsecaMota #ficção #Asavesnãotêmcéu #romancelírico #almahumana #livro #books #leitura #read #reading #familia #tragedia