• CarlaRibeiro

Barbie Awards

Elas inspiram as crianças portuguesas

Pelo terceiro ano consecutivo, os Barbie Awards regressaram para distinguir uma série de mulheres inspiradoras para as crianças portuguesas. A edição deste ano aconteceu a 11 de Outubro, Dia Internacional das Raparigas, em Lisboa.


Pelo terceiro ano consecutivo, os Barbie Awards regressaram para distinguir uma série de mulheres inspiradoras para as crianças portuguesas. A edição deste ano aconteceu a 11 de Outubro, Dia Internacional das Raparigas, em Lisboa, e homenageou Ana Moura, Cláudia Vieira, Conceição Queiroz, Gisela João, Joana Schenker, Joana Vasconcelos, Madalena Amaral, Raquel Strada, Telma Monteiro e Zita Martins que receberam bonecas one-of-a-kind idênticas a si.


Num inquérito desenvolvido pela Mattel Portugal em Setembro do presente ano, sobressai a actualidade da questão sobre a igualdade de oportunidades, onde 64% dos inquiridos não acreditam que as raparigas têm hoje as mesmas oportunidades profissionais que os rapazes. Por isso, a Barbie quer com estes awards divulgar exemplos de mulheres portuguesas modelo, que continuam a inspirar mais meninas pelo mundo inteiro. Porque pensar que podem ser o que quiserem é o início, mas ver alguém que realmente conseguiu faz a diferença.



O que é o Dream Gap Project?

Para marcar o Dia Internacional das Raparigas, a Barbie anunciou em todo o mundo, uma iniciativa de longo prazo, denominada ‘Dream Gap Project’, que tem como objectivo chamar a atenção para os factores limitadores que impedem as meninas de acreditarem no seu verdadeiro potencial.


Estudos indicam que a partir dos cinco anos, muitas meninas acreditam que o seu género é menos inteligente e começam a perder confiança nas suas competências. Estereótipos culturais, enviesamentos implícitos e a representação nos media têm vindo a reforçar este problema que foi chamado ‘Dream Gap’.


A confiança das raparigas nelas próprias é impactada por estes fatores limitadores, por isso, a Barbie está empenhada em destacar exemplos em todo o mundo de mulheres que são modelos a seguir nos quais as meninas se podem inspirar a seguir os seus sonhos. O ‘Dream Gap Project’ pretende mover a sociedade para apoiar meninas a pensarem que podem mesmo ser o que quiserem.


Quem são as homenageadas de 2018


Ana Moura 

É considerada uma das mais bem sucedidas fadista dos século XXI, tendo já vendido mais de um milhão de discos pelo mundo. Lançou o primeiro disco ‘Guarda-me a vida na mão’ em 2003, seguindo-se cinco novos projectos, os últimos ‘Leva-me aos Fados’(2009), ‘Desfado’ (2012) e ‘Moura’ (2015), que contribuíram para a divulgação do fado, património nacional, pelo mundo.


Cláudia Vieira

Iiniciou a carreira na televisão com a série de humor ‘Maré Alta’, na SIC, mas foi na segunda temporada de ‘Morandos com Açúcar’, da TVI, que alcançou a fama. Desde então é habitual vê-la nas novelas de horário nobre, a apresentar programas como o ‘Ídolos’ ou ‘Agarra a Música’ e a fazer trabalhos de modelo.


Conceição Queiroz 

Tornou-se uma das jornalistas televisivas mais carismáticas. Jornalistas desde 1994, passou pelo grupo Semanário, Rádio Clube Português, foi directora de informação da Televisão de Cabo Verde, e tornou-se grande repórter na TVI, onde esteve em reportagem em Angola, Reino Unido, Moçambique, Uganda, África do Sul, e num dos maiores campos de refugiados do mundo, no Quénia. O seu trabalho foi distinguido por uma dezena de prémios: entre os galardões que recebeu encontram-se os da Unesco, da Liga Portuguesa Contra o Cancro e da AMI – Jornalismo Contra a Indiferença.


Gisela João 

Começou a cantar fado aos 16 anos no Adega Lusitana, em Barcelos. Mudou-se para o Porto para estudar Design, mas a paixão pelo Fado levou-a até Lisboa. Depois de alguns anos a cantar em casas de fados e a fazer colaborações, Gisela conseguiu gravar o primeiro disco a solo ‘Gisela João’ em 2013. Seguiu-se ‘Nua’, em 2016, considerado pela revista Blitz o segundo melhor álbum português de 2016.


Joana Schenker 

É uma atleta portuguesa de bodyboard. Em 2017, sagrou-se campeã mundial de bodyboard, sendo a primeira portuguesa a conseguir este feito. Joana começou a praticar bodyboard aos 13 anos, em Sagres. Aos 14 anos já competia. Actualmente, tem também uma escola da modalidade com o namorado e treinador em Sagres.


Joana Vasconcelos 

É uma das artistas plásticas portuguesas de maior renome. Ganhou destaque internacional depois de ter sido convidada para fazer uma exposição no Palácio de Versalhes, em 2012, e ter representado Portugal na Bienal de Veneza, no ano seguinte, mas o seu trabalho começa em 1996. Entre as obras mais aclamadas destacam-se ‘A noiva’ (2001-2005), ‘Coração Independente Dourado’ (2004), Donzela (2007), Valquiria Enxoval (2009) ou ‘Pop Galo’ (2016).


Madalena Amaral 

A superintendente, foi a primeira Comandante mulher do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública. Liderou a esquadra da Madeira como superintendente e encontra-se actualmente na reforma depois de 37 anos em função.


Raquel Strada 

É actriz, apresentadora, blogger e escritora. Esta jovem multifacetada estreou-se na série televisiva ‘O Diário de Sofia’, em 2004, na RTP, passou pelo ‘Dá-lhe Gás’ ao lado de Diogo Morgado, e por projectos como ‘Floribela’, ‘Rebelde Way’, enquanto actriz passando para a apresentação com ‘Super Model of the World’, também na SIC. Em 2016, lançou o blogue ‘Blue Ginger’, onde fala sobre a sua grande paixão, a moda, e no ano seguinte lançou o primeiro romance ‘Enquanto Acreditar em Ti’.


Telma Monteiro

A judoca conquistou a Medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, na categria -57kg. É a atleta mais titulada do judo português, com cinco títulos de campeã da Europa, quatro títulos de vice-campeã mundial, entre outros feitos relevantes a nível internacional. Foi escolhida, em 2012, para ser a porta-estandarte da comitiva portuguesa dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012. Em 2018, conquistou uma medalha de ouro na Rússia.


Zita Martins

É astrobióloga, formada no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, faculdade onde leciona actualmente. Zita explora a forma como a vida na Terra surgiu através da análise de componente orgânicos encontrados em amostras de meteoritos. Considerada uma das maiores especialistas do mundo na astrobiologia, saiu do Imperial College de Londres e trouxe para Portugal todos os projectos de investigação internacionais em que participa, incluindo as duas missões da Agência Espacial Europeia (ESA) na ISS, uma das quais onde se pretende averiguar a existência de vida em Marte.


#must #itmustbegood #revistamust #barbieawards #barbie #11deOutubro #DiaInternacionaldasRaparigas #zitamartins #telmamonteiro #raquelstrada #claudiavieira #MadalenaAmaral #JoanaVasconcelos #AnaMoura #giselajoao #ConceiçãoQueiroz #JoanaSchenker #DreamGapProject #bonecabarbie @it.must.be.good