• begoodmust

Figuras de Bordallo Pinheiro contam a história das Caldas da Rainha

Atualizado: Mar 10

Caldas Story District é o mais recente roteiro de arte urbana que conta as estórias da história das Caldas da Rainha. A iniciativa da autarquia conta com oito figuras de animais, de estilo naturalista, inspiradas nas peças de Rafael Bordallo Pinheiro, distribuídas pela cidade e com informações em formato áudio bilingue.


Cada figura tem quatro gravações em português e três em inglês, com a duração total de uma hora, que os visitantes podem ouvir através de um botão disponível. O guião inclui histórias pela voz de caldenses e, também, datas e factos que se cruzam com personalidades emblemáticas. Com este sistema, é possível selecionar apenas os temas que lhe despertam interesse, não ouvindo os áudios na totalidade.


A Andorinha faz referência ao Hospital Termal, ao Parque D.Carlos I e à doçaria regional. A vespa, a Rafael Bordallo Pinheiro e o Rato à Rainha D.Leonor. A Cobra, Lagosta, Caranguejo, Caracol e Rã juntam-se ao leque de animais e abordam outros monumentos e personalidades.


A Câmara Municipal contou com a colaboração da Associação de Património Histórico, que reuniu informações de mais de 500 anos da história das Caldas da Rainha. Esta rota encontra-se na zona que deu origem à cidade, junto ao Hospital Termal, que é aliás o mais antigo do mundo.

No entanto, tal como a história é dinâmica, também assim será este Caldas Story District, podendo o seu conteúdo ser alterado sempre que se justifique enaltecer algum facto ou personalidade dando novas estórias à história.



Caldas da Rainha é já uma referência no que diz respeito à arte urbana. Esta iniciativa junta-se a outros roteiros já existentes, como os murais nos edifícios da cidade, integrados no Festival Artístico de Linguagem Urbana (FALU), e a Rota Bordaliana, com as suas figuras agigantadas de Bordallo Pinheiro.


#must #itmustbegood #revistamust #Oitoanimais #BordalloPinheiro #monumentos #CaldasStoryDistrict #personalidades #cidade #caldasdarainha #historia #turismo #portugal