top of page
  • begoodmust

Quer ter o cabelo saudável todo o ano? Siga as dicas de Daniel Rufino

Criador do "loiro praiano", o hairstylist Daniel Rufino partilhou com a Must quatro dicas essenciais para manter o cabelo saudável e bonito, ao longo de todo ano. Saiba também em que consiste o "loiro praiano".



Natural do Brasil, há oito anos que Daniel Rufino vive entre São Paulo e Lisboa. Inspirando-se na mulher portuguesa, e na nossa grande ligação à praia, criou uma técnica inovadora de mechas e tratamento, a que chamou «loiro praiano».



Na prática, o loiro praiano tem contrastes mais acentuados e assimétricos, dando ao cabelo

um aspeto natural. Como se resultasse da exposição ao sol. A par disso, tem a vantagem de

dispensar idas frequentes ao salão.

Contudo, mais do que criar cabelos loiros, o foco do hairstylist é, acima de tudo, criar cabelos

saudáveis. Mais do que isso, oferece às mulheres portuguesas um ambiente de excelência, no seu salão Via Contrária, que fica em Carnaxide.



Adopte estes conselhos

Use um bom óleo nutritivo, e aplique-o a partir das pontas.

Em Portugal, como temos água muito calcária, é importante passar no cabelo um óleo

nutritivo, se possível mais do que uma vez por dia. De preferência, leave in, ou seja, que

dispensa lavagem a seguir. Outra boa opção é colocar o óleo no cabelo à noite, antes de

dormir. Com efeito, estes óleos de nutrição mantêm a humidade dentro do fio de cabelo, mas não têm um efeito oleoso, porque são bem absorvidos. Na verdade, se começar a notar alguma oleosidade no cabelo, é sinal de que está suficientemente hidratado.

Mas atenção: como é nas pontas que o cabelo mais precisa de hidratação, estes produtos

aplicam-se de baixo para cima. E nunca se devem aplicar na raiz do cabelo. O mesmo princípio serve para outros produtos, como máscaras e condicionadores.


Corte o cabelo de 3 em 3 meses

De acordo com Daniel Rufino, «existe uma diferença entre cabelo comprido e bonito, e cabelo comprido». Com efeito, para o cabelo manter o bom aspeto, as pontas não devem estar baças ou espigadas.

Para isso, é preciso cortá-lo com alguma regularidade. Mesmo que esteja a deixá-lo crescer.

Como? É muito fácil. O hairstylist explica que, em regra, o cabelo cresce três dedos de uma mão mediana, a cada três meses. Deste modo, o ideal é cortar o equivalente a um dedo, a cada três meses. Na prática, o cabelo continua a ter crescimento, mas ao mesmo tempo mantém as pontas bonitas e saudáveis.


Cabelos compridos em qualquer idade sim, mas não exagere

De modo geral, em termos de custo e de elegância, o ideal é manter o cabelo, no máximo, à

altura do meio do seio, ou mais curto. Um cabelo muito comprido gera um custo de manutenção mais alto, e dá à mulher um aspeto mais pesado. Assim, se prefere ter o cabelo

comprido, pode usá-lo em qualquer idade, mas Daniel Rufino salienta que a mulher poupa

dinheiro, tempo e trabalho se o cabelo não for demasiado comprido.



Nunca prenda o cabelo molhado

Para não danificar o cabelo, evite prendê-lo quando ainda está molhado. Além da tração que

provoca, a humidade propicia o desenvolvimento de fungos e bactérias. Assim sendo, antes de prender o cabelo, seque-o bem, a temperatura moderada. Depois pode prendê-lo, mas sem o puxar demasiado.


https://www.instagram.com/danielrufinooficial/


Onde fica:

Edifício Portela Bussiness Center, Rua Fernanda Machado 11,

Carnaxide,

2790-551 Lisboa


#Must#itmustbegood #cabelo #belezacabelos #Cabelosaudáveltodooano #loiropraiano #dicasdoespecialista #cabelobemtratado #Danielrufino #cabelosdicas


bottom of page