top of page
  • Foto do escritorbegoodmust

Carlos Alberto Moniz apresenta o seu disco na Casa da Música no Dia dos Namorados

No dia 14 de fevereiro, Carlos Alberto Moniz apresenta o seu disco “Por esse mar abaixo” na Casa da Música, no primeiro concerto desde o lançamento do álbum, no norte do país. Em celebração dos seus 51 anos de carreira, o músico que marcou gerações de portugueses, canta a história da sua vida, desde a infância nos Açores até aos dias de hoje.



Lançado no ano em que celebrou os 51 anos de carreira, Por Esse Mar Abaixo é o mais recente Triplo CD de Carlos Alberto Moniz, que será apresentado no Porto, na Sala Suggia da Casa da Música a 14 de fevereiro, o Dia dos Namorados, de 2023.

Num dia em que se celebra o amor, Carlos Alberto Moniz canta sobre a sua paixão pelo mar, levando o público numa verdadeira viagem pelas ilhas e costas que marcaram a sua vida e a sua música.


O álbum reúne mais de 80 convidados nas suas faixas e, para o concerto, Carlos contará com a presença de alguns deles: Lúcia Moniz, José Cid, Uxia, Vitorino Salomé, Inês Fonseca, Pedro Jóia, Yolete Carneiro, José Corvelo, José Barros, a Tuna Feminina de Engenharia do Porto, Gabriel Pinto ao piano, Hugo Carvalhais no contrabaixo, João Martins na bateria, João Gentil no acordeão e Yami Aloelela voz e guitarras.


São 51 anos com mais de 500 canções e atuações em 5 continentes que culminam nesta celebração. Este novo álbum do autor, maestro, intérprete e compositor que marcou várias gerações de portugueses, tem como tema principal o mar, levando-nos por uma viagem pelas ilhas dos Açores, Madeira, Cabo Verde e Timor, entre originais do próprio e canções de outros autores.

“Por esse mar abaixo” será apresentado na Sala Suggia da emblemática Casa da Música, no Porto, dia 14 de fevereiro, às 21h00. O preço de um bilhete são 15 euros, havendo descontos de 25% para quem tem Cartão Amigo, de 30% para Pares e de 20% para quem tem mais de 60 anos.

Sobre o Álbum “Por esse mar abaixo”

É um disco triplo que espelha o seu percurso de vida, banhado por um mar de influências. O músico traz o mar e toda a realidade por ele inspirada, fundindo o tanto que já cantou com novas formas de ver, sentir e resistir, em cantigas de memórias viradas para o futuro. O músico dedica o concerto “a todos os que amam ou já amaram alguém nas correntes marítimas da vida”.



51 anos de curiosidades, sobre Carlos Alberto Moniz

  • É sua a pauta original de “Grândola Vila Morena”, a famosa canção da revolução, eternizada na voz de Zeca Afonso e ainda hoje tem a pauta em casa;

  • A solo ou em conjunto, Carlos Alberto Moniz concorreu em cinco edições do Festival da Canção. É também sua a orquestração de “Há sempre alguém”, com que Nucha representou Portugal na Eurovisão em 1990 e dirigiu a orquestra para “Amor de Água Fresca”, de Dina em ’92;

  • Além de ter sido apresentador do programa "Arca de Noé", foi o apresentador da "Casa do tio Carlos", o primeiro programa infantil do canal privado 4 (hoje em dia TVI), em 1993;

  • Carlos compôs mais de 300 canções para crianças, para projetos como: "Fungagá da bicharada", "Arca de Noé", "Casa do Tio Carlos", "Um gesto pelas Florestas", peças para crianças para "O teatro e o sonho", e Marchas de Santo António para as crianças da Voz do Operário;

  • Se juntarmos as pautas de todas as músicas que Carlos Alberto Moniz já escreveu, daria para dar a volta à Ilha Terceira.

Preço

15€ (desconto de 25% para quem tem Cartão Amigo, de 30% para Pares e de 20% para quem tem mais de 60 anos)


Kommentare


bottom of page