top of page
  • Must Edição

Como ter a casa segura nas férias da Páscoa com estas 10 dicas

A Páscoa está a chegar e, com ela, as férias escolares e o fim de semana alargado. Isto leva a que muitos portugueses aproveitem para viajar ou para ir visitar a família noutras zonas do país. Esta ausência pode motivar o planeamento de uma intrusão. Inclusive, segundo os dados da Central Recetora de Alarmes (CRA) da Securitas Direct, o período da Páscoa tende a registar um aumento de 12,5% de tentativas de intrusão.



Por isso, a Securitas Direct reuniu dez dicas, para que possa manter a sua habitação segura neste período, enquanto passa este período de Páscoa junto dos que mais gosta e sem preocupações.


  1. Garanta que as janelas e as portas ficam totalmente fechadas. Inclusive, as portas do interior podem ficar fechadas, para dificultar o trabalho de intrusos. Pode também reforçar as janelas com um prego entre os painéis.

  2. Verifique as fechaduras das portas e das janelas. Se as fechaduras tiverem tranca vão dificultar a sua abertura.

  3. Guarde os objetos de maior valor num cofre ou em lugares de acesso mais difícil.

  4. Assegure que as chamadas que vão para o seu telefone têm resposta, reencaminhando as chamadas para o telemóvel. O toque do telefone constante e a ausência de resposta podem indicar a possíveis intrusos a sua ausência.

  5. Mantenha a aparência de que a casa está habitada, deixando, por exemplo, algo num estendal ou os estores subidos nalgumas divisões.

  6. Crie a ilusão de que está alguém em casa, através de domótica. Instale um dispositivo que acenda as luzes e o rádio automaticamente para criar esta ilusão.

  7. Informe um vizinho, um familiar ou um amigo de confiança que possa ir por vezes verificar se a casa se mantém segura.

  8. Não publique nas redes sociais nada relativo à sua ausência, para não informar possíveis ladrões acerca da sua ausência.

  9. Invista num sistema de videovigilância a que possa aceder através do telemóvel, como é o caso do sistema de alarmes da Securitas Direct que permite o controlo e vigilância constantes através da aplicação My Verisure. Desta forma pode manter a sua casa permanentemente sob vigilância enquanto se encontrar fora.

  10. Certifique-se de que o seu sistema de alarme e de videovigilância está em pleno funcionamento.

“Os casos de assaltos, tanto em moradias como em apartamentos, são possíveis de prevenir. Se as pessoas souberem identificar possíveis riscos e se utilizarem sistemas de alarmes e de videovigilância que sejam dissuasores e que permitam a monitorização constante, podem evitar situações de sobressalto”, afirma Luís Quintino.

A Securitas Direct dispõe de uma série de alarmes e de sistemas de videovigilância que, graças à sua tecnologia avançada, permitem uma ação rápida e eficaz na ausência dos seus clientes, já que identificam rapidamente possíveis ocorrências e permitem que os profissionais que monitorizam as câmaras percebam com maior precisão se se trata de um disparo real ou não.

Comments


bottom of page