• begoodmust

COMTRADIÇÃO

Atualizado: Mar 9

Descubra como é fácil confecionar um Bacalhau à Zé do Pipo, uma Bôla de Presunto, ou mesmo, uns Papos de Anjo, em “COMTRADIÇÃO”, o novo livro do chef Henrique Sá Pessoa, que a Casa das Letras edita a 9 de Março. Uma obra que nasce da viagem ao mundo da cozinha tradicional portuguesa feita no programa com o mesmo nome do 24Kitchen Portugal, cuja primeira temporada foi a mais vista de sempre do canal. Preço: 24,90 euros.



“A ideia de fazer o 'COMTRADIÇÃO' já tem alguns anos. Queria regressar ao pequeno ecrã com algo novo, mas que, ao mesmo tempo, apelasse ao nosso passado, às nossas tradições e sabores”, escreve Henrique Sá Pessoa, na introdução do livro. O autor explica ainda que, nos últimos anos, se inspira cada vez mais na cozinha tradicional portuguesa para criar os menus dos vários restaurantes que dirige, nomeadamente no Alma. “Livros como a Cozinha Tradicional Portuguesa”, da Maria de Lourdes Modesto, passaram a ser o meu Google de receitas e uma ajuda preciosa para saber como a nossa gastronomia se espalha pelo território. Sendo eu um chef viajado e não apelidado de ‘tradicional’, achei que faria sentido inspirar-me nestes pratos que tanto me influenciam, os da cozinha tradicional portuguesa, e dar-lhes o meu toque pessoal.”


“CONTRADIÇÃO” é uma autêntica viagem gastronómica, reunindo 60 receitas nascidas do desafio lançado pelo canal 24Kitchen. Henrique Sá Pessoa parte de receitas clássicas para elaborar “remakes” mais leves, descomplicados, acessíveis, e, acima de tudo, de fácil execução. Todas as receitas são do chef e as fotografias do livro são da autoria de Silvia Martinez. De Viana do Castelo a Faro, passando pelos Açores e a Madeira, são apresentadas três receitas por cada distrito, cada um com o respetivo QR Code, que permite ao leitor acompanhar, no Youtube, a execução por Henrique Sá Pessoa, no programa da 24Kitchen.


Todas as receitas são precedidas por uma pequena introdução onde se explica a origem do prato. Sabia que o ensopado de borrego, tal como hoje é confecionado, existe desde o século VII, com provável origem árabe? E que a Sericaia terá provavelmente origem indiana (em Malaca e terá sido trazida para Portugal pelo sétimo vice-rei da Índia para Portugal) e foi implementada pelas freiras dos conventos de Elvas e Vila Viçosa e que a rivalidade leva a que o doce tenha, ainda hoje, nomes diferentes nos dois - Sericá e Sericaia)? E que, embora tenha pensado a bomba calórica que é o Pudim Abade De Priscos, o seu criador, Manuel Joaquim Machado Rebelo, melhor conhecido como Abade de Prisco, viveu até aos 96 anos? E que segundo a lenda o Bacalhau à Brás nasceu no Bairro Alto, criado pelo taberneiro com esse nome?


#must#itmustbegood#revistamust #livro #COMTRADIÇÃO #24Kitchen #CasadasLetras #HenriqueSáPessoa #cozinha #culinaria #receitas #cozinhar #pratos