• begoodmust

Dia do Pai: Quais os hábitos de consumo dos homens

Os homens tornaram-se mais independentes nos últimos tempos. Com a divisão de tarefas domésticas ou mesmo ao morarem sozinhos, os homens tiveram de se adaptar à nova realidade e começaram a realizar tarefas que não eram do seu encargo durante muitos anos. A "Escolha do Consumidor" explorou este tema e apresenta as mudanças no seu comportamento de consumo.


Muitos homens acima dos 30 anos vivem sozinhos. Por escolha própria ou não, um dos grandes desafios foi adaptarem-se a tarefas que anteriormente eram da responsabilidade das mães ou esposas. São assim donos de casa e o seu comportamento de consumo teve de ser ajustado.

Com o aproximar do Dia do Pai, a "Escolha do Consumidor" decidiu realizar um estudo onde analisa comportamentos de consumo de homens entre os 25 e os 60 anos. O perfil masculino resultante deste estudo é muito diversificado, mas tem características comuns: conseguem ser racionais, ágeis e objetivos mediante o produto que pretendem comprar. No entanto, o comportamento de um homem num supermercado pode ser diferente do comportamento diante do carro dos seus sonhos, relógio ou do último modelo de smartphone.

Na altura de comprar, os fatores que são mais privilegiados pelo consumidor masculino passam por dar primazia ao preço e refletir na utilidade e eficácia do produto. Assim, o estudo conclui que, na maioria das vezes, o homem é mais racional do que as mulheres na hora de comprar.

Dos mais jovens aos mais velhos, ambas as faixas etárias são muito exigentes com a relação custo/benefício, pois costumam ser muito rigorosos com os produtos que consomem em relação à qualidade dos mesmos.

Os consumidores masculinos são muito exigentes, pois esperam a melhor atenção das marcas nas quais depositam confiança. Consequentemente, as marcas mostram-se dispostas a conhecer melhor estes consumidores, que passaram a representam uma fatia importante do mercado de consumo.

As tendências do consumo deste público relacionam-se com a estética e a tecnologia. Cada vez mais, o homem se preocupa com a sua aparência, seja por necessidade profissional ou pessoal, e, por isso, são cada vez mais fortes consumidores da indústria cosmética. Relativamente à tecnologia, independentemente da sua idade, o consumidor masculino valoriza o uso da tecnologia como fonte de informação (ao consultar a Internet) e como lazer, como é o exemplo dos videojogos.

Outro tipo de produtos que os homens consomem são para o bem-estar, entretenimento (livros, filmes e jogos), exercício físico, higiene e beleza e, por último, saúde. O seu espaço de compra preferido é o centro comercial, bem como o online, no qual a sua motivação prende-se pela praticidade, agilidade e autonomia.

Para o consumidor masculino, uma marca destaca-se quando oferece produtos diferenciados. A marca tem de ter um valor agregado e, para eles, as boas marcas significam bons produtos.

Os homens procuram assim qualidade e funcionalidade na relação com as marcas. A sua referência na compra de produtos não passa primeiramente pelos respetivos profissionais de cada área: eles preferem perceber o que eles mesmo procuram a par com a opinião dos amigos.


#must#itmustbegood#revistamust #homens #consumo #habitosdeconsumo #diadopai #homensconsumo #EscolhadoConsumidor