• CarlaRibeiro

5 dicas para comprar casa durante a pandemia

É expectável que a crise pandémica faça baixar os preços das casas, representando uma grande oportunidades para quem procura uma nova habitação ou um bom negócio. Um especialista em gestão de obras e empreendimentos deixa alguns conselhos para conseguir um bom investimento.


A pandemia da COVID-19 está a ter um forte impacto nos mais diversos setores, incluindo os da Construção e Imobiliário, que rapidamente tiveram de se ajustar à nova realidade. A venda de imóveis, que estava a muito bom ritmo, acalmou e o mercado está a mudar, mas isso não é, necessariamente, um cenário negativo para todos. Pelo contrário: é expectável que a crise pandémica faça baixar os preços das casas, representando grandes oportunidades para quem procura uma nova habitação ou um bom negócio.


Para quem está a pensar adquirir um imóvel, Nuno Garcia, diretor-geral da GesConsult, empresa de gestão e fiscalização de obras, deixa cinco conselhos para garantir um bom investimento: Visite mais imóveis

Com o país em isolamento social, muitas das visitas aos imóveis estão a ser feitas virtualmente, poupando-se tempo em deslocações. Aproveite a oportunidade e facilidade de chegar aos imóveis para ver mais opções, garantindo que faz a escolha mais acertada, e eleja um top3 para visitar presencialmente, quando terminar a fase de pandemia. A visita física é essencial numa fase posterior, para ver todos os pormenores que não conseguirá perceber online.

Negoceie melhor

Há menos procura e muitas casas disponíveis para compra. Se há uns meses um imóvel podia entrar no mercado e ser vendido no espaço de um ou dois dias, agora pode demorar meses. Para tentar escoar os imóveis, é expectável que os proprietários baixem os preços e que estejam também mais disponíveis para negociar. Aproveite a oportunidade: informe-se, analise o mercado na zona onde pretende adquirir um imóvel e esteja preparado para negociar com o proprietário ou com o agente imobiliário, garantindo um bom negócio. Pense no que de facto valoriza

Estamos a passar mais tempo em casa, fechados e a lidar com problemas que antes não tínhamos: falta de espaço para que cada um possa fazer as suas atividades isoladamente, falta de espaços exteriores, sala sem luz natural, ou mesmo o barulho dos vizinhos. Aproveite esta fase para perceber o que de facto valoriza numa habitação, para que procure uma solução à sua medida. Se valoriza um bom isolamento acústico, se gostaria de ter um jardim e se está a pensar aumentar a família, deve procurar uma casa que responda já a essas necessidades. Garanta o crédito bancário

Com a situação de pandemia que estamos a viver, há uma maior resistência dos bancos em dar crédito, o que pode inviabilizar muitos negócios. Se houver necessidade de ter um crédito à habitação, fale primeiro com o seu banco e perceba quais as possibilidades de o conseguir e que valores conseguirá atingir, para que, mais à frente, depois de escolher a casa que deseja, não a perca por falta de aprovação do crédito. Aproveite para investir

Se tiver algumas poupanças, aproveite para investir em imobiliário, mercado que dá sempre bons retornos. Com a baixa de preços e uma maior abertura para negociar, esta é uma ótima altura para comprar alguns bens, que poderá, depois, colocar no mercado de arrendamento, ou até vender quando o mercado voltar a estar em alta. As crises são cíclicas e retomaremos a procura e os valores habitais a médio prazo, pelo que facilmente lucrará com o investimento. O mercado imobiliário, como muitos outros, funciona a longo prazo. Por isso, mesmo que o cenário pareça catastrófico aos dias de hoje, é importante manter a confiança nos investimentos e aguardar: qualquer negócio tem um tempo certo, seja comprar ou vender. Estando em isolamento, é uma ótima altura para dedicar mais tempo a analisar o mercado, as zonas envolventes e as vantagens e desvantagens de cada opção, para conseguir o melhor negócio ou a melhor casa para a família. #must #itmustbegood #revistamust #comprarcasa #imobiliario #GesConsult #investimento #creditoimobiliario #negocio #teletrabalho #trabalharemcasa #covid19 #pandemia #quarentena #fiqueemcasa #ficaemcasa