top of page
  • Foto do escritorbegoodmust

Que tal passar as férias de verão em Cabo Verde?

Atualizado: 17 de fev. de 2023

É já no verão que os clientes da Soltour poderão viajar para dois destinos paradisíacos de Cabo Verde, com voos semanais diretos a partir de Lisboa e do Porto, entre junho e setembro.

Os voos diretos para a ilha do Sal serão operados pela Smartwings todas as quartas-feiras, de 28 de junho a 13 de setembro, com 189 lugares. A operação tem partida do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, e com destino ao Aeroporto Internacional Amílcar Cabral. Já os voos diretos para a ilha da Boa Vista serão operados pela TAP a partir do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, e pela Smartwings a partir do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, tendo como destino o Aeroporto Internacional Aristides Pereira, em Rabil, na ilha da Boa Vista. Os voos serão operados todas as terças-feiras de 27 de junho a 12 de setembro.

Ilha do Sal: Praias de areia branca, águas quentes e uma gastronomia imperdível A ilha do Sal é uma das mais pequenas do território cabo-verdiano. Mas a pequena dimensão pouco tem que ver com a sua popularidade. Com apenas 30 km de comprimento e 12 km de largura, é conhecida pelas suas praias de areia branca e água turquesa. O seu clima de savana tropical, com calor e sol durante todo o ano, faz da ilha um paraíso para os visitantes. Se a isto juntarmos a gastronomia de excelência a preços acessíveis, uma mistura exótica de cozinha africana e portuguesa, onde abundam as lagostas, os percebes e o atum, a experiência torna-se ainda melhor. Um destino perfeito para os viajantes mais aquáticos e apaixonados por praia. Devido aos seus ventos, à transparência das águas e às temperaturas de 22 a 28ºC durante todo o ano, o surf e o kitesurf são dois dos desportos mais populares. Alternativamente, é também possível explorar a ilha de jipe. A música de Cabo Verde vai conquistar os corações dos visitantes. Quente e ritmada, esta energia está presente em cada cabo-verdiano, que fazem de qualquer hora e lugar a ocasião perfeita para um concerto improvisado.

Fauna e flora, praias, cultura: o melhor que a ilha da Boa Vista tem para oferecer Apesar de pouco povoada, com apenas 6.000 habitantes, a ilha da Boa Vista é a terceira maior ilha do arquipélago de Cabo Verde. Este tesouro do Atlântico, com cerca de 55 quilómetros de praias de areia branca, é sinónimo de uma felicidade imensa para quem tem o privilégio de o visitar. Locais como a baía de Sal Rei, célebre pela sua riqueza de vida marinha, ou a paradisíaca Praia de Santa Mónica, com 18 quilómetros de extensão, são verdadeiros pedaços de paraíso natural que qualquer viajante deve conhecer numa passagem pela ilha da Boa Vista. Para os apaixonados pela vida animal, a Boa Vista é um exemplar notável do melhor que o arquipélago de Cabo Verde apresenta. As praias da Boa Esperança, de Ervatão e de Ponta Cosme são locais de eleição para observar as tartarugas Caretta caretta, uma vez que a ilha da Boa Vista constitui o local mais importante da região para a reprodução desta espécie. A ilha é também considerada o principal berçário e habitat, no arquipélago, das baleias de bossa, com especial concentração no porto e Sal Rei. A Boa Vista é também um dos núcleos vivos da cultura cabo-verdense. O canto-dança landú e a tradicional Morna, que se diz ter nascido na ilha, remetem os viajantes para as raízes históricas do arquipélago, colocando-os em contacto com uma experiência autêntica da cultura regional. Para além da imersão nas tradições locais, a Boa Vista é também um destino de eleição para atividades mais enérgicas como passeios de buggy, passeios a cavalo ou passeios de barco pelas águas cristalinas que circundam a ilha. Águas que também não dispensam um mergulho refrescante depois de momentos passados a relaxar na praia, sob o sol cabo-verdense.


Comments


bottom of page