• CarlaRibeiro

História de Alias Grace já está em livro

Da autora de «A História de Uma Serva», a Bertrand Editora lançou o livro «Chamavam-lhe Grace». Um romance de Margaret Atwood que resultou numa adaptação para uma série televisiva de seis episódios de grande sucesso na Netflix com o título original «Alias Grace», que conta com as actrizes Sarah Gadon e Anna Paquin nos papéis principais.

«Chamavam-lhe Grace», de Margaret Atwood: a obra que resultou numa série de sucesso na Netflix; Preço: € 19,90; Bertrand Editora

Esta é uma obra baseada em factos verídicos no Canadá do século XIX. Um duplo homicídio supostamente cometido por uma criada doméstica recém-emigrada da Irlanda para o Canadá está no centro de toda a narrativa, cuja história é contada através da voz de Grace Marks, a grande protagonista, que está presa e condenada à morte pelo homicídio do patrão, Thomas Kinnear, e da sua governanta. Terá sido mesmo Grace a matá-los? Ou terá sido usada e por quem?


Uma extraordinária história de sexo, crime e mistério em torno do percurso de vida de uma das mulheres mais célebres e enigmáticas do seu tempo

Um grupo de reformadores que luta para que Grace seja perdoada contrata um especialista em saúde mental. Ele – doutor Jordan –  escuta a sua história, fazendo-a recuar até ao dia que ela esqueceu.


Margaret Atwood é uma das grandes autoras do nosso tempo. Vencedora de inúmeros prémios, mais recentemente do Prémio da Paz, atribuído pelos Livreiros Alemães. O seu nome tem vindo a ser sucessivamente apontado como possível vencedor do Prémio Nobel da Literatura, atribuído pela Real Academia Sueca. Com uma obra vasta e diversificada, o trabalho de Margaret Atwood ganhou uma nova visibilidade junto do público em geral graças às adaptações dos seus livros aos ecrãs.


#must #revistamust #itmustbegood #chamavamlhegrace #netflix #bertrandeditora #livro #books #ilovebooks #lovebooks #leitura #ler #grupobertrand #amor #sexo #crime #misterio #literatura #romance #margaretatwood #canada #historiaveridica #netflix @it.must.be.good