• CarlaRibeiro

Histórias para Dias de Chuva

Dias cinzentos podem deprimir até a pessoa mais alegre, mas isso pode ser evitado. Este livro vai aquecê-lo com as suas delicadas ilustrações em aguarela e simples histórias sobre o amor, o desamor, a amizade, a família e as pequenas coisas que todos partilhamos enquanto seres humanos. Uma espécie de bálsamo para a alma.

Histórias para Dias de Chuva, de Naela Ali, Pergaminho; 15,50€

Com uma linguagem descomplicada e honesta, como se fosse um diário, Naela Ali escreve pequenos contos, por vezes poéticos, sobre os vários sentimentos que nos assolam nos dias mais sombrios – sempre acompanhados por belas ilustrações e, uma ou outra vez, com sugestões de banda sonora para acompanhar a leitura. Um livro que nos ensina a valorizar os pequenos momentos, a melancolia e a solidão. «Aquele momento solitário que temos num local cheio de gente, quando nada mais importa, só nós e o nosso livro. Isso é felicidade.» Para a autora, os dias de chuva são uma fonte de inspiração e não uma razão para ficar deprimida – um sentimento que tenta transmitir ao leitor ao longo do livro: «Eu quis criar algo que as pessoas pudessem ler em dias de chuva e que as fizesse sentir quentes enquanto o leem». E a verdade é que, assim como uma caneca de chocolate quente sabe bem nos dias frios e chuvosos, também este livro transmite uma sensação de aconchego e felicidade à medida que vai sendo folheado.

#must #itmustbegood #revistamust #HistóriasparaDiasdeChuva #NaelaAli #Pergaminho #livro #book #ler #lovebooks #amor #amizade #familia #desamor #Literatura #Contos