top of page
  • Must Edição

Museu Quake assinala aniversário do Terramoto de 1755 no dia 1 de novembro

No próximo Dia de Todos os Santos, o Quake promove e acolhe sessões especiais para assinalar o aniversário do sismo de 1755, que aconteceu nessa mesma data há 268 anos. O Museu do Terramoto de Lisboa quer evocar anualmente o 1 de novembro pelo seu simbolismo, aproveitando para relembrar a importância de se estar preparado para o inesperado.


Estas sessões especiais são um evento único que acontece apenas uma vez por ano e que torna a experiência vivida no Quake ainda mais autêntica e imersiva.


Quem visitar o museu no próximo dia 1 de novembro, começa por entrar no espírito com música ao vivo à chegada. A experiência única continua em todas as visitas, entre as 10h00 e as 18h00, com um acompanhamento muito especial: personagens caracterizadas à época vão estar presentes ao longo do percurso, para recriar de forma ainda mais fidedigna o ambiente do século XVIII. Por ser um dia especial, o Museu do Terramoto de Lisboa vai garantir pormenores exclusivos durante toda a visita.

O aniversário do sismo ajuda também o Quake a relembrar e reforçar a mensagem de sensibilização para a preparação. Numa visita ao museu, uma homenagem à Lisboa pré-terramoto – com recurso a simuladores, tecnologia 4D e cenários – os visitantes conhecem os dados científicos e preparam-se para agirem e protegerem-se em caso de necessidade. Portugal e a capital portuguesa sabem que o que aconteceu em 1755 pode voltar a acontecer. Relembrar o terramoto todos os anos – e não apenas em aniversários redondos – é uma forma de ajudar a criar uma sociedade mais consciente e prevenida.

O dia 1 de novembro faz inevitavelmente parte da nossa cultura. O convite está feito para conhecer melhor uma parte da nossa história, que ajuda a perceber o passado e a preparar o futuro, num misto de sensações, que nos despertam a curiosidade e a necessidade estarmos preparados.

Opmerkingen


bottom of page