• begoodmust

O Natal da Vista Alegre para decorar a casa

Numa época em que alguns símbolos mais intrínsecos da quadra assumem um relevo especial, a Vista Alegre preparou um variado leque de opções de prendas para oferta ou simplesmente para a decoração da casa.

SAGRADA FAMÍLIA

O escultor Paulo Neves é um dos nomes mais consagrados da escultura portuguesa atual. O trabalho em madeira que criou originalmente para o Santuário de Fátima, intitulado Sagrada Família, foi a inspiração para a obra do mesmo nome em porcelana Vista Alegre. Três peças pela mão do mestre, representando Jesus, Maria e José, e formando um presépio de caráter intemporal.


ÁRVORE DE NATAL

A Vista Alegre celebra esta época especial com a magnífica árvore de Natal decorada numa fina malha em ouro. Com um design diferenciador, Xmas Tree pode-se transformar em três taças de diferentes tamanhos para a colocação das iguarias preferidas de Natal. Uma peça única que prima pela sua elegância e versatilidade.


ANGELS

Dando continuação à magia de Natal pelas mãos de Teresa Lima, a Vista Alegre apresenta quatro novos pendentes de natal da coleção Angels. Esta é a escolha perfeita para uma

árvore de Natal repleta de sentimento e de encanto.


Para além destas três peças e coleções de destaque, a Vista Alegre também sugere algumas da suas peças e/ou coleções mais icónicas e premiadas a nível mundial. Entre o infindável leque de sugestões para prendas de Natal merecem igualmente destaque as peças com a inconfundível assinatura de Ross Lovegrove. Depois dos multipremiados candeeiros Hyrb, Nervi e Urgino, o designer nascido no País de Gales, conhecido pelo rasgo visionário, prolonga a sua assinatura nas peças Vista Alegre através da escultura VORTEX. As impressionantes jarras e o centro de mesa inscrevem-se numa filosofia de inovação, que alia matéria e espírito, manufatura e tecnologia.

O Prato Calendário é uma peça que anualmente a Vista Alegre apresenta para celebrar a entrada num novo ano, no qual os 12 meses estão devidamente retratados. Para 2021, o prato colecionável assinado pela consagrada artista brasileira Evelyn Tannus representa fielmente o Zodíaco numa espécie de tatuagens em que os signos, numa correspondência a cada um dos seus meses, mantêm a mesma relação corpo-zodíaco criada na Antiguidade Clássica.


Für Beethoven é outra coleção que promete marcar alegremente este Natal 2020. Num dezembro em que se assinalam os 200 anos do nascimento de Ludwig van Beethoven, a Vista Alegre não deixa passar em claro esta efeméride à escala global, apresentando um conjunto simbólico de peças que homenagem o génio da música. A ilustradora aveirense Fatinha Ramos transpôs para esta homenagem os seus desenhos repletos de cor e poesia.

Cada peça desta coleção revela pequenas subtilezas, como a alusão à “Sonata ao Luar”, no Tabuleiro, transmitindo a sua natureza lírica através de uma paleta contemplativa e de uma composição sonhadora. No Vide-Poche estão representados os concertos para piano e orquestra. Na Caixa a artista alude à misteriosa “amada imortal” a quem o compositor se dirigiu numa carta. Por fim, para as quatro chávenas de café, a autora escolheu quatro períodos marcantes da evolução da vida deste músico colossal, determinantes na sua criação artística.

Sam Baron, um nome galardoado no design mundial e que já assinou inúmeras peças de sucesso da Vista Alegre, também é presença neste Natal da centenária marca portuguesa, assinando Petites Histoires. O designer francês, que tem o seu nome ligado à Vista Alegre e que escolheu Portugal para viver, coloca toda a sua arte num conjunto de pratos para bolos, bandejas, caixas, chávenas, pratos sobremesa e num bule, açucareiro e leiteira. Retomando os códigos decorativos da Vista Alegre Sam Baron dá o seu cunho e traço pessoal adornando as peças com pequenas flores, pássaros e outras gravuras, tornando as “Pequenas Histórias” como uma das grandes opções de prendas decorativa e de utilidade neste Natal.

Mas, os grandes nomes do design mundial continuam o desfile natalício da Vista Alegre. Marcel Wanders reforçou este ano a sua ligação à marca com uma nova coleção Blue Ming 2020. Moldadas em biscuit, com apontamentos em azul, pintados à mão, estas novas peças aplicam a linguagem de cortes de cristal tradicionais à cerâmica, criando relevos e formas

surpreendentes e contemporâneas, reinventando assim a tradição Delft Blue. Numa alusão à coleção original, cada peça é finalizada com uma tampa de porcelana adornada com um elemento de vidro em forma de folha.

Referência, ainda, para a coleção Golden, um conjunto de 12 caixas numa transposição para a porcelana do ancestral Zodíaco chinês, representado por doze animais, reais e imaginários. Escolhidos pelo seu temperamento, simbolizam as qualidades e traços dominantes em cada signo. A coleção Golden realça essas qualidades com inúmeros detalhes gravados e pintados a ouro, lembrando desenhos tradicionais chineses.


Saiba mais em: www.vistaalegre.com


#must #itmustbegood #revistamust #Vistaalegre #natal #ceramicas #vidro #casa #decoraracasa #presentes #design #arte #NatalVistaAlegre