• begoodmust

Nómadas Digitais: As melhores cidades para viver e trabalhar de casa

Nestes últimos dois anos, o teletrabalho passou a ser uma realidade e, ao contrário do que se pensava no início da pandemia, muitas pessoas começaram a adotar este modelo de trabalho de forma definitiva.



Ser nómada digital, uma pessoa que trabalha remotamente e passa temporadas em países diferentes, é hoje mais comum que nunca e a Spotahome, um marketplace de arrendamento de casas que alia a tecnologia ao setor imobiliário, reuniu as melhores cidades para viver podendo trabalhar a partir de casa:

Porto, Portugal

Como um bom vinho, a cidade do Porto melhora com a idade e a possibilidade de acabar um dia de trabalho e dar um passeio pelo centro não tem preço. Nos últimos anos, tem sido escolhida como um novo centro de investigação e empreendedorismo e tornou-se uma das favoritas dos nómadas digitais pela beleza, preço e gastronomia.


Florença, Itália

Neste destino, o objetivo é experienciar a tão conhecida dolce vita italiana. O teletrabalho pode ser feito desde qualquer uma das suas praças monumentais e arquitetónicas. A riqueza artística e grande oferta cultural e a comida da região distinguem Florença de tantas outras. Se até Miguel Angelo trabalhava de casa, os nómadas digitais também conseguem.


Amesterdão, Holanda

A capital holandesa é um dos locais preferidos das pessoas que fazem trabalho remoto. Sendo moderna, cosmopolita e jovem, os seus encantos vão muito além do preconceito. Amesterdão é tão dinâmica como é descontraída, e a quantidade de cafés com internet e boas condições para trabalhar fazem com que esteja nesta lista.


Praga, República Checa – Trocando o vinho pela cerveja artesanal, Praga é um dos lugares mais visitados do mundo e uma escolha muito comum para viver por causa da sua vida jovem, intensa e, principalmente, de baixo custo. As ruas com uma atmosfera medieval única apresentam muitas bancas de comida e bebida para desfrutar depois do trabalho.


Barcelona, Espanha

Nos últimos anos, Espanha consolidou a sua posição nos rankings mundiais como um dos melhores destinos para os nómadas digitais. A praia, a cidade e as montanhas tudo no mesmo local fazem com que esta seja transversal a todos os gostos. Os preços mais acessíveis em comparação com os outros países europeus permitem que dê para aproveitar a cidade mesmo que seja com um orçamento reduzido.


Este modelo de trabalho já era feito por freelancers, mas, nos dias de hoje, é possível ser feito em qualquer país. A Spotahome, uma das startups que cresce mais rápido na Europa, está presente em Portugal desde 2018 em Lisboa, Porto e Coimbra e está disponível em 100 cidades na Europa e Dubai. Quer ter um papel ativo no desenvolvimento tecnológico do setor imobiliário e quer reinventar o modo como se alugam casas: para estadias superiores a 30 dias, as reservas são feitas 100% online com a garantia que as casas foram previamente verificadas antes de estarem disponíveis no site.


#must #itmustbegood #nomadasdigitais #teletrabalho #Spotahome #trabalharemcasa #cidadestrabalhar #nomadas #nomade #travel #lifestyle