top of page
  • Foto do escritorbegoodmust

Os quatro erros mais comuns que se cometem ao lavar os dentes

Para conseguir uma escovagem mais eficaz, a Higienista Oral Raquel Simões partilha quais são os hábitos a evitar durante a escovagem.



Os problemas nos dentes e gengivas podem ter diversas causas, sendo muitos destes justificados pela incorreta escovagem. Neste sentido, uma boa higiene oral é imprescindível para garantir uma boca saudável e prevenir possíveis complicações, pelo que se deve ter atenção a erros comumente praticados e que podem ser evitados.

“Uma boa rotina de higiene oral não permite evitar todas as patologias e não substitui as visitas ao médico dentista ou higienista oral. Contudo é necessário perceber a importância que pequenos erros têm e de que forma podemos corrigi-los ou evitá-los. Não basta apenas cumprir a rotina e lavar os dentes duas vezes ao dia, deve garantir-se que a escovagem é feita da forma correta e sem nunca esquecer a utilização diária de fio dentário”, afirma Raquel Simões, Higienista Oral na MALO CLINIC Lisboa.

1. Usar demasiada força a escovar os dentes – Parece óbvio, mas é dos erros mais comuns. Por vezes achamos que o facto de fazermos mais força a escovar, é sinónimo de maior eficácia. Contudo, quanto mais força, maior é a probabilidade de danificar o esmalte e retrair (ou traumatizar) a gengiva. Além disso, a força aplicada pode também provocar feridas e agravá-las, deixando-as mais expostas a novas bactérias e atrasando a sua cicatrização. 2. Não utilizar a escova certa – O aconselhável é não escolher qualquer escova de dentes, mas sim ver as componentes da própria escova. Idealmente, deve optar-se por uma escova com cerdas mais suaves e cabeça pequena, e trocá-la a cada três meses para que a escovagem continue a ser eficaz. Contudo, cada dentição tem as suas características e o médico dentista ou higienista oral são os profissionais indicados para aconselhar qual o melhor tipo de escova a utilizar. 3. Não aplicar a técnica correta – É muito comum que, ao lavar os dentes, se façam apenas movimentos horizontais. Este é dos erros mais comuns e também dos mais fáceis de retificar, sendo que a escova deve estar inclinada entre os dentes e gengiva (fazendo um ângulo de 45º) e devem-se aplicar movimentos circulares. Além disso, é mais fácil escovar pequenos grupos de dentes de cada vez, ao invés de tentar lavar todos os dentes ao mesmo tempo. Esta técnica pode demorar mais tempo, no entanto, garante que todos os dentes são corretamente lavados e que a probabilidade de desenvolver cáries dentárias e doenças gengivais é menor. 4. Não escovar a língua - A língua apresenta uma superfície papilada que favorece a acumulação de restos alimentares e microrganismos. É por este motivo que é tão importante fazer também a escovagem da língua cada vez que se escova os dentes, diminuindo a acumulação de bactérias e evitando o mau hálito. #Must#ItMustBeGood #lavardentes #MALOCLINIC #medicinadentária #dentes #higienedentaria #lavardentessemerros

Commenti


bottom of page