• begoodmust

23 sugestões sustentáveis para o novo ano letivo

Atualizado: Set 3

Este regresso às aulas constitui um desafio para todos, não só pelas novas formas de promover o ensino, como pela necessidade de proteção contra o Covid-19. O impacte desta pandemia é visível em diversos aspetos ambientais, e a Quercus quer ajudar os pais, professores e alunos a adotarem hábitos mais sustentáveis neste ano letivo.



A proposta é contribuir com pequenas mudanças e pequenos gestos, que em conjunto contribuirão para ajudar as gerações mais novas a construir um futuro mais sustentável. Estas 23 sugestões visam reduzir e reutilizar:

  1. Faça um diagnóstico ao estado do material escolar que tem em casa, vai encontrar muitos produtos que estão em bom estado e podem ser reutilizados este ano, nomeadamente estojos e mochilas;

  2. Verifique que materiais podem ficar disponíveis na sua “rede” de amigos ou família, para poder recuperá-los e reutilizá-los;

  3. Considere a aquisição de produtos avulso, como no caso dos lápis, se apenas precisamos de lápis vermelho, porquê comprar a caixa toda?

  4. Procure soluções recarregáveis como para canetas, por exemplo;

  5. Aproveite as folhas usadas para a impressora e transformar em cadernos de estudo;

  6. Faça uma lista de necessidades básicas, evite adquirir produtos que não são solicitados pelos professores;

  7. Procure soluções nas plataformas de reutilização ou venda em segunda mão;

  8. Confecione os seus próprios produtos, como estojos e lancheiras, com sobras de tecidos ou materiais;

  9. Se tiver de adquirir mochila, evite as mochilas temáticas, que rapidamente passam de “moda” e não acompanham o crescimento das crianças;

  10. Prepare um kit básico para cada criança, com uma garrafa reutilizável (promovendo o consumo de água da torneira), guardanapo de pano para acondicionar o lanche, talheres e marmitas reutilizáveis; 

  11. Reduza o uso de produtos em plástico, descartáveis ou de uso único, substituindo-o por alternativas reutilizáveis.

  12. Considere a origem dos materiais, por vezes as alternativas muito mais baratas podem não garantir a proteção da saúde, como no caso dos lápis de cera, em que foram detetadas fibras de amianto em algumas marcas colocadas no mercado;

  13. Avalie a perigosidade dos produtos, já existem muitas soluções alternativas com menos impacte, como para o caso das colas;

  14. Procure produtos de origem natural e de origem local, são melhores respostas para o Ambiente e para a Saúde, e podem ser mais baratas;

  15. Planeie os lanches, procure proporcionar uma alimentação mais saudável dando preferência a fruta da época e alimentos menos açucarados e aditivados;

  16. Lembre-se que a maioria da fruta já tem casca, não precisa de embalagem!

  17. Procure soluções de proteção individual como máscaras reutilizáveis, existem algumas que já possuem inclusive certificação;

  18. Se tiver que recorrer a máscaras descartáveis, coloque-as no contentor do indiferenciado e não no ecoponto amarelo;

  19. Esteja atento ao peso das mochilas, que de acordo com a OMS não deverá exceder o equivalente a 10% do peso da criança;

  20. Promova e participe em redes de recolha de resíduos para reciclagem, implementadas nos estabelecimentos escolares, como por exemplo de pilhas, resíduos de equipamentos elétricos e eletrónicos ou rolhas de cortiça;

  21. Promova a mobilidade suave e saudável, sempre que possível façam o trajeto a pé ou de bicicleta;

  22. Procure estas e outras sugestões com o projeto “Bora Ambientar” da Quercus.


Lembre-se, os melhores produtos são aqueles que já possui em casa, compre apenas aquilo que necessita e aproveite as nossas sugestões.

Reduzir, reutilizar e a proceder à separação do lixo para reciclagem vai ajudar-nos a reduzir a poluição, mudar os hábitos de consumo das populações, adquirindo um estilo de vida mais simples e mais sustentável.


#must #itmustbegood #revistamust #regressoaulas #ambiente #quercus #sustentabilidade #renovar #reaproveitar #reutilizar #reciclar