• CarlaRibeiro

Um tinto com 17 graus

Ostenta no rótulo um 17, mas não se trata do ano de colheita. Este tinto tem 17 graus de álcool e é já um vinho de culto para apreciadores. Ao mercado nacional chegam apenas 2.500 garrafas, às quais se junta uma edição especial de 100 garrafas em formato Magnum.


Oboé 17, um vinho para apreciadores

Produzido pela primeira vez em 2011, a quinta edição do Oboé 17 é já um dos lançamentos mais aguardados no mercado.

Para que este vinho seja feito, é necessário reunir um conjunto de requisitos, muitos dos quais dependem apenas da vontade da natureza.

O resultado é um vinho encorpado e volumoso, como seria de esperar pelo teor alcoólico, mas surpreendente pela elegância, equilíbrio e frescura. A cor profunda revela-lhe os aromas intensos a fruta madura, afirmando-se como companhia perfeita para a gastronomia tradicional portuguesa, desde os típicos assados aos cozidos de carnes fortes. Está ainda à altura de queijos mais apurados.

Deve ser bebido, no início da refeição, a 16ºC, podendo aumentar 1 a 2 graus sem perder o brilho. Para quem preferir adiar a abertura da garrafa, recomenda-se que esta seja guardada num local escuro e frio, idealmente deitada.


#must #revistamust #itmustbegood #vinho #wine #oboé17 #17graus #douro #tinto2016 #winelovers #ilovewine #dourolovers #portuguesewine #portugal #vinhosdeportugal #adega #vinha #uvas #taste #travel #experience #winetasting #tastewine #mustwine #bebida

@it.must.be.good