top of page
  • Foto do escritorbegoodmust

9 garrafas de vinho com uma mensagem subliminar!

A marca portuguesa – anteriormente chamada Que Se Foda - lança agora uma coleção “abecedário QSF”, que junta garrafas de vinho para uma mensagem subliminar.




Que se foda. Assim se chama a marca de vinhos criada por Francisco Eduardo em 2020, que surgiu com o objetivo de dar uma resposta literal ao Covid-19, bem como passar uma mensagem positiva e de esperança às pessoas fechadas em casa em confinamento. Depois do verdadeiro sucesso do primeiro vinho, uma edição limitada de 1000 garrafas de vinho tinto com a inscrição “Que se foda 2020” – que esgotaram em dois dias –, a marca lançou no mesmo ano “Que se foda o tinto”, uma edição limitada de brancos, e “Que se foda toda a gente”, de rosés. Já em 2021, a marca apresentou a edição “Que se foda o campeonato”, naturalmente de verdes, também com resultados de vendas excecionais.

Fast forward para junho de 2022, a marca retorna ao mercado português e internacional com um novo nome (ou não), uma nova imagem visual e uma nova equipa – à qual se junta Francisco Luz, Hélio Adão e João Figueiredo -, mas com o mesmo produto arrojado, irreverente e excêntrico a que a marca já nos habituou.

Desta vez, lança o abecedário QSF, uma coleção de nove garrafas, que não podem ser vendidas separadamente: cada uma contém uma letra do alfabeto QSF no rótulo e, quando alinhadas na ordem certa, sugerem o modo de vida da marca - “Que se foda”. A coleção inclui quatro garrafas de Tinto, três de Branco e duas de Rosé. As encomendas online já podem ser realizadas e as entregas começaram no passado dia 20 de junho.

"A ideia de criar a marca surgiu num momento em que me senti, tal como a maior parte de nós, com muita incerteza, receio e dúvida. E pensei para mim “que se foda”. Senti um alívio tão grande e uma energia tão positiva, que quis transmitir este sentimento a quem estava a passar pelo mesmo. Escolhi um produto que gosto – e que verificou um aumento do consumo durante a pandemia – e tentei passar esta mensagem de esperança e fé de uma forma divertida que fizesse sentir, rir, chorar e sorrir”, explica Francisco Eduardo.


Todos os vinhos são do caralho e são produzidos na região de Tomar, nas instalações da Encosta do Sobral. Fazem parte de um lote limitado, que a quinta do Grupo Santos & Seixo guardou para algo diferente. A proposta de parceria foi apresentada e aceite no imediato, tendo ambas as partes sentido que encontraram o parceiro perfeito.


Comments


bottom of page