top of page
  • Foto do escritorbegoodmust

Quais são os 50 dos restaurantes favoritos dos portugueses?

O TheFork, plataforma líder em reservas online na Europa, revela este ano, pela primeira vez, o TOP 50 dos restaurantes favoritos dos portugueses. Para chegar a este ranking, registou os espaços que reúnem mais reservas, apresentando uma lista cujo vencedor é o Yakuza Lisboa, seguido do Contrabando e da Cervejaria Ramiro.



Além de deter o primeiro lugar, o Grupo Olivier conta ainda com oito restaurantes na lista dos 50 mais reservados, nomeadamente os três Guilty (Lisboa, Parque das Nações e Porto), dois Yakuza (Lisboa e Porto), um KOB (Lisboa), o SEEN (Lisboa) e o mais recente XXL, também em Lisboa. À elevada procura habitual junta-se ainda o efeito Olivier Experience by TheFork, parceria exclusiva que oferece 40% de desconto em todos os restaurantes do Chef.



Na liderança em reservas e visitas Nesta primeira edição do TOP 50, a plataforma vai mais longe e, para além dos mais reservados, divulga também os mais procurados no site e os que contam com mais e melhores avaliações. Assim, há restaurantes em destaque, não só no número de reservas, mas também no de visitas na página da plataforma, como é o caso do Contrabando (em 2º lugar do TOP 50), NoTalho (4º), Sebastião (21º), BuonaPizza (22º) e La Paparrucha (31º). O primeiro, situado em Santos e cujo nome é uma alusão à importação de várias especialidades da comida regional entre o Texas e o México, acaba por ser o que reúne maior consenso: é o segundo mais reservado e pesquisado, e ainda o restaurante com mais avaliações no TheFork (9642).


As cidades mais procuradas e com melhores avaliações Relativamente à localização, os restaurantes lisboetas são os mais populares na hora de reservar: em 50, 34 encontram-se na capital portuguesa. Segue-se o Porto, que surge representado com 9 lugares da tabela, de que é exemplo o duplamente estrelado pelo Guia Michelin Casa de Chá da Boa Nova. A lista inclui ainda três restaurantes no Funchal (AVISTA – Mediterrâneo, Armazém do Sal e Espaço Funchal), dois em Cascais (Baía do Peixe e Monte Mar) e um em Almada (Kamikaze). Quando falamos de avaliações, certas cidades destacam-se por ter uma percentagem maior de restaurantes entre os 9,5 e os 10 pontos, as melhores classificações do TheFork. São elas Bragança, Viana do Castelo, Santarém e Viseu, com 40%, 30%, 20% e 20%, respetivamente. Embora contem com mais restaurantes, cidades como Lisboa, Porto e Faro não têm, comparativamente, tantos restaurantes publicados com pontuação máxima.

O dia, horário, valor e tipo de cozinha preferidos para reservar Segundo os dados do TheFork, o dia que regista mais reservas é o Sábado (21%) e o horário eleito o jantar (67%). A plataforma revela ainda que os restaurantes com preço médio de 25€ e especializados na cozinha tradicional portuguesa (24%) são os preferidos. Segue-se a cozinha internacional, sobretudo a japonesa e a italiana, bem como as marisqueiras, como é o caso da Cervejaria Liberdade e da Cervejaria Ramiro, ambas em Lisboa. Esta última faz parte do TheFork há apenas 8 meses e, depois de décadas sem aceitar marcações, já é o terceiro restaurante mais reservado em Portugal (e o 32º mais pesquisado). Os habituais descontos oferecidos pela plataforma ao longo do ano, e que muitas vezes tornam acessíveis a qualquer pessoa o acesso à restauração de luxo, também têm um papel importante na hora de reservar uma mesa. Restaurantes como Contrabando, NoTalho, Sebastião, todos em Lisboa, e Vintage Praia, em Vila Nova de Gaia, estão com 50% de desconto sobre a ementa, exceto menus e bebidas.


TheFork aumenta oferta de restaurantes Para além da Cervejaria Ramiro, muitos são os restaurantes conhecidos dos portugueses que se têm juntado recentemente ao TheFork. É o caso dos lisboetas Tapisco, Ajitama Ramen Bistro e Italian Republic. O número de restaurantes parceiros tem, de resto, vindo a aumentar, com Portugal a ser um dos mercados que mais cresceu a nível de angariações, juntamente com a Suécia e a Suíça, ocupando assim um lugar no top 3 europeu.


Commentaires


bottom of page