• begoodmust

A nova florista sustentável da Mouraria está quase a abrir!

Chama-se Mille Fleurs Atelier de Florista e vai ser inaugurada na Mouraria a 5 de novembro! Conta a história que nos anos 1940, o n.º 10 da Rua dos Lagares, já foi um armazém de bananas. Mas, a história que está prestes a escrever-se é outra.



Na família de Filipe Viegas há algumas gerações, esta é uma casa que abre as suas portas com uma nova missão. Mantendo a traça original que a acompanha desde a sua fundação, a nova casa do Mille Fleurs, recebe com a mesma dedicação que as flores requerem, moradores, visitantes da cidade e todos quantos queiram descobrir a beleza das jóias da natureza.



Um conceito de Filipe Viegas em co-criação arquitetónica com Vítor Gonçalves, dois artistas que estudaram arquitetura juntos e desde cedo, partilharam uma visão criativa. Depois de aprender as bases do ofício na Florista Isis, na Avenida Almirante Reis, onde foi recebido pelo Professor Rui e pela Dona Isilda, Filipe viajou até Nova Iorque para estudar design floral na Flower School de New York.



Em setembro, quando regressa a Lisboa, é este novo espaço na Mouraria que o acolhe e um novo projeto começa a desenhar-se com o apoio e o entusiasmo dos moradores daquela rua. Ao seu lado, está o seu amigo de longa data, o ator Vítor Gonçalves, com quem desenha as linhas desta nova casa.



Os serviços que disponibilizam assentam numa premissa – sustainable forestry ou gestão florestal sustentável. Mas, e o queremos dizer quando falamos de um atelier de florista sustentável? Queremos dizer que existe um cuidado e uma preocupação particular com todos os materiais utilizados.


Até hoje, um dos materiais mais comuns em todas as floristas, é uma esponja verde conhecida como esponja Oásis que é produzida a partir de micro-plásticos que passam diretamente para o corpo humano e são extremamente nocivos. Com o objetivo de manter o equilíbrio entre os três pilares principais da Gestão Florestal Sustentável - o ecológico, o económico e o sociocultural - o Mille Fleurs procurou encontrar alternativas sustentáveis e encontrou o Agro Wool, uma esponja feita a partir de rocha vulcânica balsâmica que é transformada numa fibra natural e biodegradável.



Apesar de em Portugal ainda ser difícil encontrar fornecedores de flores e materiais florais livres de químicos, o Atelier de Florista Mille Fleurs, compromete-se a trabalhar para reduzir ao máximo o uso de plástico, dando preferência nos seus produtos a materiais biodegradáveis como o papel, a celofane e o barro.


#must#itmustbegood #AtelierdeFloristaMilleFleurs #mouraria #flores #florista #novoespaçonaMouraria #floristasustentável #decoraçao #floresdecor #decorarcomflores