top of page
  • Must Edição

Dê à sua casa um ar mais leve, fresco e primaveril!

A mudança para a primavera é sempre mágica, traz-nos as flores, as temperaturas ideais e uma vontade de viver a vida de forma leve e descontraída. Os casacos e a roupa de inverno saem dos armários para darem lugar a vestidos e roupas frescas e na decoração é tempo também de tornar a nossa casa mais leve. Rita Salgueiro deixa-nos algumas sugestões para começarmos já a preparar o interior das nossas casas de acordo com a primavera.


Rita Salgueiro começa nesta altura a ter muitos pedidos para Projetos de Decoração e Remodelação onde a Arq. de Interiores acompanha o cliente, desde a elaboração da planta até à sugestão de revestimentos e peças para o seu projeto de decoração. Muitas vezes, essas mudanças passam apenas por algumas alterações na decoração, adotando novos tons, materiais e texturas, podendo até usar muito do que já existe na própria casa.

# Casacos e roupas de inverno saem dos armários para dar lugar a vestidos e roupas frescas e o mesmo se passa na decoração da casa onde as mantas de lã e caxemira são substituídas por tecidos frescos e as capas de edredons saem da cama dando lugar a lençóis de linho e de cetim.

# Os tecidos decorativos e os tapetes escolhidos para a época quente são diferentes dos de inverno. Esta é a altura em que as capas das almofadas decorativas recebem tecidos de fibras naturais como o linho, a seda e o algodão, que não absorvem tanto o calor e deixam os espaços mais frescos. O mesmo se passa com as mantas decorativas nas salas e aos pés da cama. Relativamente aos tapetes, opte por materiais naturais como o sisal, bambus e algodão. Enrole os de lã e de pêlo alto e coloque-os na arrecadação, deitados ao baixo, para proteger as pontas que, devido ao peso destes, acabam por ficar danificadas.

# O facto de podermos estar no exterior, em contacto com a natureza, não invalida que não tenhamos plantas no interior, pelo contrário, estas ajudam a manter a humidade no espaço e fazem baixar ligeiramente a temperatura.

Toda a casa começa a mudar para a chegada da primavera mas não é só no interior.


# As varandas começam a ganhar vida com almofadas, espreguiçadeiras e cadeirões com tecidos de exterior, não só preparadas para apanhar sol mas também para o convívio entre amigos e tardes de leitura.

# É importante definir zonas de acordo com o interior da casa e a posição solar, de modo a tirar mais partido do espaço, pode demarcá-las com tapetes de exterior tipo “bolon” que não danificam se apanharem chuva. A zona com menos projeção solar é a mais apropriada para colocar um cadeirão de leitura com uma pequena mesa de apoio, a zona de maior exposição solar para as espreguiçadeiras e a zona de refeições onde durante a hora de almoço não incida o sol, caso contrário terá de colocar um chapéu de sol bonito e de acordo com a decoração, não só para proteger do sol e evitar um escaldão por distração, como também para manter as bebidas frescas por mais tempo.

A mesa de refeições do exterior é ligeiramente diferente de uma mesa interior.

Aqui, temos de ter atenção ao vento e colocar guardanapos de pano ou um suporte de guardanapos fechado ou com algo pesado em cima, para que estes não voem nos dias mais ventosos. E como flores nunca são demais e embelezam a mesa, coloque-as em todo o seu comprimento, nada representa melhor a primavera que as flores. Ramagens e folhagem estão muito em voga, tal como os catos e suculentas. Se não tiver jarras baixas, use copos de água para colocar flores espalhadas ao longo da mesa, mas sempre com uma base pesada para resistir ao vento. Outra opção, é usar uma planta para fazer o centro de mesa, o peso da terra ajuda nestes dias e não precisa de ir comprar flores propositadamente.

# Mas, esta mesa não é só utilizada durante o dia, quem não gosta de usufruir de um jantar na varanda numa noite mais quente? Para este efeito tem de pensar na iluminação e, nada dá mais charme a uma mesa de jantar que várias velas espalhadas ao longo da mesa. Nos locais onde existem os indesejáveis mosquitos opte por velas cítricas e próprias para os afastar, vai ver que terá um jantar bem mais tranquilo e no dia seguinte não haverá marcas no corpo.

#A iluminação não se fica pelas velas... coloque pontos de luz entre as flores, para criar iluminação ambiente e valorizar as plantas e tenha candeeiros de apoio em cima de mesas e junto à passagem, para uma iluminação mais direcionada. Opte por iluminação que funcione a energia solar e, para não ter de se incomodar, coloque um sistema de sensor que acende automaticamente quando o sol se põe.

Nos dias mais frescos, acenda uma lareira de exterior, a iluminação provocada pelo fogo é sempre bastante acolhedora.

# Seja em que estação for, as plantas são sempre bem vindas, em canteiros específicos ou em vasos que se enquadrem na decoração, dão sempre um ar mais natural ao espaço exterior e tornam-o mais agradável. Opte por plantas de fácil manutenção e que aguentem as diferenças de temperatura. Se não tiver espaço livre para colocar vasos, lembre-se que as paredes são o nosso maior aliado e crie um jardim vertical.

Pode conhecer mais sobre o trabalho de Rita Salgueiro em www.ritasalgueiro.com

Instagram | ritasalgueiro_



Comments


bottom of page