top of page
  • Must Edição

Porto Editora lança mais de 80 livros e tem uma nova chancela: Singular!

O Grupo Porto Editora apresentou as novidades literárias para a rentrée. São mais de 80 títulos de ficção, não ficção, poesia, infantojuvenil e audiolivros, sete dos quais a publicar pela nova chancela Singular.



Até dezembro, a Singular estreia-se com sete títulos de romance, romance histórico e thriller. Partindo da premissa de que cada leitor é especial e cada leitura é distinta, surge com o objetivo de promover a leitura, vocacionada para um público que se inspira nas redes sociais para começar a ler ou para encontrar títulos que correspondem aos seus interesses. Neste sentido, assume-se como uma chancela descontraída, arrojada mas abrangente, sem impôr limites de idade ou de género literário, que pretende ter uma relação próxima com os seus leitores e as suas vivências.



Lovelight Farms – Sob as Luzes do Amor, de B. K. Borison, é o romance para todos os que procuram conforto: amigos de sempre descobrem o forte amor que os une, numa série de peripécias rodeadas por... árvores de Natal. É cedo? Talvez não. Afinal, o Natal é quando o coração quer.


Protagonizado por uma mulher que acaba de se divorciar após 608 dias de casamento, da autoria de Monica Heisey, Está tudo bem, a sério acompanha Maggie enquanto se lança de cabeça no caos do primeiro ano de divórcio. Este é um romance sobre as incertezas do amor moderno, a amizade e a felicidade.



A Hóspede Silenciosa, de Clémence Michallon, é um thriller psicológico que, ao contrário do habitual, não é protagonizado pelo assassino em série nem pela equipa de investigação, esta é uma história narrada na perspetiva de uma vítima que, excecionalmente, não foi assassinada pelo seu agressor.



Dez pessoas foram cuidadosamente selecionadas para serem beta testers de um software de espionagem, mas, independentemente do que acontecer, o seu criador não vai permitir que o teste falhe. Going Zero é um livro viciante, escrito por Anthony McCarten, que participou na escrita e produção de filmes como A Teoria de Tudo, A Hora mais Negra, Dois Papas ou Bohemian Rapsody.


Sombriamente divertido, com um ritmo rápido e muitos twists, Don’t Swipe Right é um thriller moderno ambientado no estranho mundo dos encontros online. Autodenominado dateholic, o jornalista britânico L. M. Chilton é, portanto, a pessoa perfeita para assinar este livro.


O Samurai Africano, de Craig Shreve, narra as aventuras de Isaque, ou melhor, Yasuke, fascinante figura histórica, nascida em África, escravizada em criança, evangelizada por missionários jesuítas rumo ao Oriente e depois tornada soldado lendário no Japão.





FICÇÃO EM PORTUGUÊS


Lei da Gravidade é o regresso de Gabriela Ruivo ao romance. A escritora que venceu o Prémio Leya em 2013 com o livro Uma Outra Voz e que, entretanto, publicou contos e poesia, volta às obras de grande fôlego com uma história que versa temas como o abandono, o desejo de liberdade, o medo da solidão e a influência destes num ciclo de violência.


Publicada toda a obra do Prémio Nobel de língua portuguesa, com o clássico Ana Karénina, de Lev Tolstói, em novembro a Porto Editora dá a conhecer uma outra faceta do trabalho de José Saramago: as suas traduções literárias, realizadas entre os anos cinquenta e os anos oitenta, ainda antes do seu verdadeiro reconhecimento enquanto escritor.



Rebentar é o novo livro de Rafael Gallo, Prémio Literário José Saramago 2022 com a obra Dor fantasma. Vencedora do Prémio São Paulo de Literatura, esta sua estreia no romance acompanha o drama de uma mãe que perdeu um filho há já 30 anos. O autor brasileiro regressará a Portugal em outubro, a convite do FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos.





FICÇÃO INTERNACIONAL - VIAGENS NO TEMPO E NO ESPAÇO



Também Leonardo Padura participará no FOLIO, trazendo na bagagem Pessoas Decentes. Uma nova aventura policial de Mario Conde, tendo como cenário uma Havana já aberta ao mundo, numa história considerada pela crítica a mais complexa e fascinante deste personagem.


Do Japão chega A Lanterna das Memórias Perdidas, de Sanaka Hiiragi. Uma história sobre as memórias e a sua relação com um princípio muito enraizado na cultura japonesa: nunca deixar nada por resolver em vida e deixar a existência terrena sem ressentimentos.


Da série Os Crimes de Fjällbacka, que valeu a Camilla Läckberg o epíteto de Rainha do Thriller Nórdico, serão publicados os volumes 3, Ave de Mau Agoiro, e 4, Teia de Cinzas. Nestes livros, Patrik e Erica deparam-se e resolvem novos crimes na pequena cidade sueca, enquanto a sua vida conhece também grandes novidades: o casamento e a parentalidade.




ÁRVORES QUE DÃO BONS FRUTOS



Com o selo da Livros do Brasil, neste arranque da rentrée destaque para Não Saí da Minha Noite, de Annie Ernaux, o oitavo título da Prémio Nobel 2022 na coleção Dois Mundos. Eis o registo, em forma de diário, do pavor de assistir ao declínio mental e físico da mãe, doente de Alzheimer.


Igualmente em tom intimista, «Caro Professor Germain» reúne pela primeira vez as cartas que Albert Camus e Louis Germain, o seu professor primário, trocaram ao longo dos anos, repletas de carinho e admiração mútuos.


Livro do ano para o The New York Times e a TIME, e finalista do Prémio Booker em 2022, As Árvores é o novo título da coleção Contemporânea, da Livros do Brasil com edição ainda este mês. Percival Everett assina aqui um romance policial audacioso, de sátira mordaz, apontando o dedo ao racismo endémico nos EUA.




NÃO FICÇÃO – CONHECIMENTO E HUMOR LADO A LADO


A guerra e a iminência de entrada de novos atores no conflito que tem como palco a Ucrânia continua a marcar a agenda do dia e o Grupo Porto Editora faz chegar às livrarias dois títulos que ajudam a compreender a atualidade.


Coreia: Uma Nova História do Norte e do Sul traça um panorama que se estende por mais de 4000 anos, desde a fundação da Coreia até à península dividida dos dias atuais. Da autoria de Victor Cha e Ramon Pacheco Pardo, investigadores com vasta experiência e membros de diferentes organismos governamentais dedicados às relações com a península coreana, nos Estados Unidos da América, Reino Unido e União Europeia, este é um livro rigoroso, abrangente e acessível.


Do mais prestigiado romancista ucraniano da atualidade, Andrei Kurkov chega Diários de uma Invasão. Em parte comentário político e histórico, em parte diário pessoal, este livro explora a tensa relação da História russa e ucraniana e a complicada coexistência das suas línguas. Ao descrever a pacífica sociedade ucraniana desafia a ocupação, o autor constrói a imagem de uma cultura que, ao contrário do que Putin reivindica, é única e democrática e «resistirá até ao fim».


Como era a nossa vida antes das redes sociais? E se alguém nos sugerisse que, a bem da nossa sobrevivência, as apagássemos a todas e JÁ, quem o faria? Em Dez Argumentos para Apagar já as Contas nas Redes Sociais, Jaron Lanier, um pioneiro da realidade virtual, oferece-nos dez razões para a necessidade urgente de todos nós deixarmos essas perigosas plataformas online. Um título da Ideias de Ler com edição em outubro.



Desde meados de 2022 que a palavra «inflação» subiu no número de pesquisas feitas nos motores de busca em Portugal. Mas será que os portugueses conhecem realmente as causas, as consequências e as medidas para a travar? Temos de Falar sobre Inflação é um trabalho do economista de renome mundial Stephen D. King, um dos poucos a antecipar a atual reviravolta inflacionária.


Entender como funciona o dinheiro é fundamental para nos adaptarmos à nova realidade. Em O Preço do Dinheiro, de Rob Dix, os leitores vão ficar a saber, com clareza, o que mudou nos últimos cinquenta anos e o que deve fazer agora. Conceitos de que todos temos ouvido falar nas notícias tornar-se-ão mais claros com esta obra a publicar já no final de setembro.


Resgatadas do acervo privado do autor, as 275 fotografias inéditas reveladas em 1964: Olhos da Tempestade documentam, pelo próprio olhar de Paul McCartney, a digressão dos Beatles por seis cidades europeias e norte-americanas. Este álbum é um registo da primeira viagem transatlântica da banda, documentando a mudança radical na cultura jovem. Disponível nas livrarias em outubro.


No humor, Guilherme Duarte escreve sobre figuras às quais é incapaz de achar graça. Odeio Pessoas contém 99 textos repletos de escárnio, sarcasmo, e alguma linguagem vernacular sobre pessoas que o autor odeia. Não são pessoas concretas, mas sim estereótipos com que todos se cruzam regularmente.




A HERANÇA DOS GRANDES NOTÁVEIS


Celebrando o centenário do nascimento de Mário de Cesariny, a Assírio & Alvim publica, em parceria com a Fundação Cupertino de Miranda e a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Uma Antologia do autor surrealista. Organizada por Fernando Cabral Martins, a obra propõe novos caminhos na leitura de um dos mais notáveis poetas portugueses. Tempo ainda para revelar um surpreendente inédito de Cesariny – Poetas do Amor, da Revolta e da Náusea.



Também com edição em outubro, Peregrinação é um dos grandes clássicos da literatura de viagens, obra de tal modo importante que cristalizou no panteão dos vultos estelares universais o nome de Fernão Mendes Pinto. Editado em 1614, é ainda hoje um dos livros portugueses mais traduzidos no mundo.


Livro inédito de Júlio Pomar, Quite à Palavra mostra-nos, no mesmo mês, o fulguroso saber poético de um dos mais importantes pintores portugueses. Um volume com organização de José Alberto Oliveira e José António Oliveira.


Kommentarer


bottom of page