• begoodmust

AMADEO: filme sobre a vida e obra do pintor Amadeo de Souza-Cardoso

O mais recente filme de Vicente Alves do Ó inspira-se na vida e obra do pintor Amadeo de Souza-Cardoso. A história do homem que sonhou pintar o futuro e o seu grande amor por Lucie, a mulher que lutou pela eternidade, terá a sua estreia a 26 de janeiro.



AMADEO é uma longa metragem de ficção histórica, inspirada na vida e na obra do pintor nascido em Manhufe (Amarante) a 14 de novembro de 1887 e que cedo parte para Paris, onde faz amizade próxima com Picasso, Gaudí, Modigliani, Apollinaire e Delaunay.

Escrito e realizado por Vicente Alves do Ó, o filme é estruturado em 3 tempos/episódios da vida de Amadeo Ferreira de Souza-Cardoso. Em 1916 quando o jovem Amadeo organiza a primeira grande exposição modernista em Portugal e revela um mundo novo a um país velho e conservador, depois de ter estado em Paris. Recua a 1911 quando Amadeo apresenta os seus primeiros trabalhos à elite artística da cidade de Paris; e por fim, 1918, o fatídico ano da pandemia que assolou o mundo, a gripe espanhola, que matou milhões de pessoas nomeadamente a família Souza-Cardoso, e que abrevia a vida inesquecível deste homem a quem Lucie dedicou o resto da sua vida.

Considerado um dos artistas mais relevantes e importantes do modernismo, nos inícios do século XX, o realizador vê em Amadeo de Souza-Cardoso «um homem de vanguarda num período da História marcado por revoluções, clivagens, o velho a combater o novo, simbolizando esse “novo novíssimo”, que ainda hoje nos inspira.»

O filme conta com Rafael Morais, Ana Lopes, Lúcia Moniz, Ana Vilela da Costa, Manuela Couto, Ricardo Barbosa, Raquel Rocha Vieira, José Pimentão, Rogério Samora e Eunice Muñoz.

No epicentro artístico do Século XX

Amadeo, um artista cuja relevância é descoberta anos mais tarde da sua morte, está justamente no epicentro artístico do Século XX.

Em 1916, Amadeo de Sousa-Cardozo organiza, em Lisboa e no Porto, duas exposições históricas que o deram a conhecer aos portugueses e que Almada Negreiros classificou como “mais importantes do que a Descoberta do Caminho Marítimo para a Índia por Vasco da Gama”. Um século depois, o fascínio por “um dos segredos mais bem guardados da arte moderna” não parou de crescer. Grandes retrospetivas de 2006 e 2016 na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, atraíram, cada uma, mais de 100 mil visitantes, a que se juntaram, também em 2016, os 90 mil visitantes da exposição no Museu Nacional Soares dos Reis, no Porto, e os 73 mil na mostra do Grand Palais, em Paris.



Um filme escrito e realizado por Vicente Alves do Ó

Com RAFAEL MORAIS, ANA LOPES, RICARDO BARBOSA, ANA VILELA DA COSTA, RAQUEL ROCHA VIEIRA, LÚCIA MONIZ, JOSÉ PIMENTÃO, PEDRO LAMARES, ROGÉRIO SAMORA, MANUELA COUTO, CAROLINA AMARAL

Participação especial EUNICE MUÑOZ

Produzido por Pandora da Cunha Telles e Pablo Iraola, Produtora Ukbar Filmes e com o apoio do ICA, RTP, PIC Portugal e Gulbenkian.


#Must#itmustbegood #filme #cinema #portugal #arte #VicenteAlvesdoÓ #UkbarFilmes #AMADEO #filmesobreavidaeobradopintorAmadeodeSouzaCardoso #amor #pintura #AmadeodeSouzaCardoso #amarante