• begoodmust

Como combater o stress do dia-a-dia?

O stress do dia-a-dia pode ter consequências nefastas para a saúde mental. Horas de trabalho que não terminam, a conjugação do trabalho com os compromissos conjugais ou parentais, ou até mesmo as várias solicitações familiares, são situações que, no limite, podem levar à exaustão.



Para celebrar o dia de consciencialização do stress, assinalado a 2 de novembro, a psicóloga Catarina Lucas deixa algumas recomendações para combater o stress do dia-a-dia:


1. Faça intervalos ao longo do dia – A jornada laboral deve ser sempre acompanhada por momentos de pausa de entre cinco a quinze minutos. A psicóloga Catarina Lucas sugere “pausas estratégias, a cada hora de trabalho, não só para esticar as pernas, falar com colegas, mas também para fazer ginástica laboral”.


2. Tenha uma definição realista das tarefas – Uma parte importante do stress diário advém de uma grande quantidade de tarefas que as pessoas têm sob sua alçada. Assim, é importante fazer uma lista de todas as tarefas e perceber se são realizáveis ou não. “Pedir ajuda e delegar são processos fundamentais para sermos realistas quanto àquilo que podemos fazer ou não. Saber dizer que não é essencial”, sublinha a psicóloga.


3. Hora de desligar – Saber quando é hora desligar é determinante para que o cérebro consiga relaxar e descansar de todas as preocupações a que as pessoas estão sujeitas no trabalho. Catarina Lucas aconselha a que defina uma hora a partir da qual não atende mais chamadas ou responde a emails. Caso não consiga estar totalmente off, defina uma hora para o fazer depois do horário laboral, de forma a não estar constantemente a interromper os momentos de descanso.


4. Saber dizer que não – Fora do âmbito laboral, as solicitações do dia-a-dia são sempre mais do que muitas. É importante gerir bem o tempo livre e isso pode implicar ter de dizer “não” a alguns convites. “Não se esqueça de descansar”, sublinha Catarina Lucas.


5. Aposte num hobby de que goste – Para a especialista, é importante fazer “atividades prazerosas fora do horário de trabalho”. Seja praticar desporto, caminhar, fazer voluntariado, ler, ver um filme, o importante é tirar tempo para si e para fazer aquilo que a faz sentir bem.


6. Faça meditação – A meditação, guiada ou não, ajuda a pessoa a relaxar, a concentrar-se nela própria e pode ajudar a normalizar a respiração, a função cardíaca e a pressão arterial, diminuindo o stress.



“Cada vez é mais importante as pessoas lembrarem-se de que o stress pode ter efeitos muito negativos no nosso quotidiano. Importa parar, estabelecer limites e lembrarmo-nos de tirar proveito das boas coisas que a vida nos proporciona. Se se sente ansioso, frustrado e acelerado, está na hora de refletir sobre as suas rotinas”, acrescenta Catarina Lucas.

https://www.catarinalucas.pt


#Must#itmustbegood #stress #CatarinaLucas #vida #vidasemstress #rotinas #combaterstress #stressdodiaadia #saúdemental #exaustão #diadeconsciencializaçãodostress