top of page
  • begoodmust

Vote numa das dez palavras que marcaram 2022!

A votação para eleger a PALAVRA DO ANO ® decorre até 31 de dezembro. São dez as palavras que refletem os principais acontecimentos do ano que se aproxima do fim, mas só uma pode ser eleita PALAVRA DO ANO ® 2022. A escolha é dos portugueses e pode ser feita até 31 de dezembro em www.palavradoano.pt.



A lista de candidatas permite traçar um retrato dos acontecimentos que marcaram a vida coletiva do país e foi elaborada através das sugestões recebidas no site da iniciativa, das pesquisas dos utilizadores feitas no Dicionário da Língua Portuguesa em www.infopedia.pt e do trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa, levado a cabo pela Porto Editora.


ABUSOS

A Igreja Católica constituiu uma comissão independente para investigar casos de abusos sexuais nas suas instituições, tendo já recebido mais de 400 denúncias.


CIBERATAQUE

Os ciberataques alcançaram este ano uma dimensão sem precedentes e afetaram gravemente diversos organismos e empresas.


ENERGIA

A crise energética causada pela escassez e pela dificuldade de acesso a fontes de energia tem tido um grande impacto na vida das famílias e das empresas.


GUERRA

A invasão da Ucrânia pela Rússia deu início ao maior conflito militar na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.


INFLAÇÃO

A taxa de inflação superou largamente a dos anos anteriores, atingindo o valor mais elevado desde 1992.


JUROS

O aumento das taxas de juros está a fazer subir o valor das prestações dos empréstimos bancários, criando dificuldades às famílias e às empresas.


NUCLEAR

O risco de um desastre nuclear tem estado na ordem do dia ao longo de 2022.


RAINHA

Com a morte da rainha Isabel II terminou um dos mais longos reinados da história.


SECA

Em 2022 o país enfrentou uma das piores secas dos últimos 100 anos.


URGÊNCIAS

Foram recorrentes os casos de urgências encerradas em hospitais de todo o país, em especial nos serviços de obstetrícia e pediatria.



Em 2021, “vacina” foi eleita como PALAVRA DO ANO ® em Portugal, tendo sido antecedida por “saudade” (2020), “violência doméstica (2019), “enfermeiro” (2018), “incêndios” (2017), “geringonça” (2016), “refugiado” (2015), “corrupção” (2014), “bombeiro” (2013), “entroikado” (2012), “austeridade” (2011), “vuvuzela” (2010), “esmiuçar” (2009).



A PALAVRA DO ANO ® EM ANGOLA

À semelhança do que acontece em Portugal, a Plural Editores Angola faz a monitorização e acompanhamento dos acontecimentos e da realidade angolana de forma a selecionar dez candidatas à eleição da PALAVRA DO ANO ® naquele país. A votação decorre também até 31 de dezembro através do site www.palavradoano.co.ao.


Em 2021, a palavra vencedora foi “pandemia” e este ano será uma das seguintes finalistas:


ALTERNÂNCIA

Em ano de eleições, a alternância governativa foi um tema frequente de debate.


CESTA BÁSICA

O encarecimento dos produtos da cesta básica levou o governo a reduzir para metade a taxa de IVA de bens de consumo essenciais.


COVID

As medidas para combater a covid já foram aliviadas.


CUIAR

Apesar das contrariedades, os angolanos conseguem sempre encontrar algo que está a cuiar.


ELEIÇÕES

O MPLA saiu vencedor destas eleições com 51,17% dos votos.


ESCALADA

A escalada de preços tem tido um forte impacto no dia-a-dia dos angolanos.


FRAUDE

O combate à fraude, em especial à fraude fiscal, tem sido uma das prioridades do governo.


KUMBU

A falta de kumbu é algo que preocupa a todos, em especial com o aumento de preços ao longo do ano.


MWANGOLÉ

Ser mwangolé é ser capaz de manter o optimismo e a boa disposição sem perder a força para a luta diária.


OPOSIÇÃO

As eleições deste ano mostraram um crescimento do número de votos na oposição.



Além de Portugal e Angola, a iniciativa PALAVRA DO ANO ® decorre também em Moçambique, em janeiro de 2023.


#Must#itmustbegood #portoeditora #votaçãoparaelegeraPALAVRADOANO #PALAVRADOANO #dezpalavrasquerefletemosprincipaisacontecimentosdoano #PALAVRADOANO2022 #Portoeditora

bottom of page