• begoodmust

Roteiro pelos patrimónios de Foz Côa

Das gravuras às paisagens do Douro, e com música para compor as noites de agosto, Foz Côa é o destino ideal para as férias de verão. De 4 a 6 de agosto, a beleza de Foz Côa alia-se ao espírito festivaleiro, através do Côa Summer Fest.



Vive no distrito da Guarda, faz fronteira com o Distrito de Viseu e de Bragança, mas não passa despercebida, porque além das classificações da UNESCO, ainda se faz ouvir por acolher o maior festival de verão do interior. Vila Nova de Foz Côa é feita de gravuras antigas e faz-se rodear pelas paisagens do Alto Douro Vinhateiro, ambas eleitas Património Mundial da Humanidade, mas promete ir além das vistas neste Verão.


Destinado a todos aqueles para quem o Verão não é só praia, a organização do Côa Summer Fest, o maior festival do interior do país, sugere um roteiro por Vila Nova de Foz Côa, passando pelos pontos mais emblemáticos e as atrações mais promissoras da região:


1| Passear por Castelo Melhor

Castelo Melhor é uma pacata aldeia rural de Foz Côa, repleta de vestígios históricos, que conquista os seus visitantes pelas ruas de pedra, onde ainda é possível visitar monumentos como o Castelo, a Igreja Matriz, a Capela de Santa Bárbara ou a Capela e o Miradouro de São Gabriel.


2| Descobrir as gravuras rupestres

Este é um dos aspetos que destaca a cidade do interior. O Parque Arqueológico do Vale do Côa é o maior museu de arte rupestre ao ar livre, com gravuras com 20.000 anos de história, classificados como Património Mundial da Unesco. Para seguir o legado arqueológico desta região, o Museu do Côa é outro ponto obrigatório do roteiro, que contextualiza e conta esta história aliada à tecnologia.



3| Desfrutar das paisagens do Alto Douro Vinhateiro

Deve-lhe Foz Côa a segunda classificação da Unesco. Alto Douro Vinhateiro é a mais antiga região vitícola regulamentada do mundo, que combina a natureza, repleta de encostas íngremes e socalcos recortados, com a ação contínua do Homem. É neste vale fértil que se produz o famoso vinho do Porto, a companhia ideal em qualquer estação.


4| Observar Foz Côa pelo miradouro do Museu

À margem do rio, a partir do Museu do Côa, há acesso a um miradouro com vistas privilegiadas sobre a paisagem, que resulta dos dois Patrimónios Mundiais da região: o Parque Arqueológico e o Alto Douro Vinhateiro. Deste miradouro, é ainda possível observar a foz do rio Côa, onde este abraça o Douro.


5| Viver a magia de um festival de Verão

Para completar este roteiro, a sugestão é terminar a visita no Côa Summer Fest, que oferece várias atividades durante o dia, para todas as idades, e concertos gratuitos à noite. Este festival, organizado pela Associação Juvenil Gustavo Filipe, garante muita diversão, algumas surpresas, zona de campismo e ainda acesso gratuito às piscinas municipais. Nenny, Sippinpurp e Ivandro são os artistas confirmados deste ano.


De 4 a 6 de agosto, a beleza de Foz Côa alia-se ao espírito festivaleiro, através do Côa Summer Fest. Para Maria Silva, membro da organização, “o festival está longe dos grandes centros urbanos, mas este aspeto, que podia ser menos benéfico, potencializa este evento''. Foz Côa oferece três dias repletos de atividades no meio da natureza e o Côa Summer Fest oferece três noites de música - em conjunto, a escapadinha de fim de semana ideal.


Este festival, que conta com o apoio do Município de Foz Côa, do IPDJ e de outras entidades locais, garante, mais uma vez, diversas atividades para todos os que habitam e visitam a região. Côa Hope Run, uma corrida solidária pela região, marca o início do festival, a 4 de agosto, mas mais novidades serão anunciadas em breve.


#Must#ItMustBeGood #portugal #verao #patrimonio #FozCôa #CôaSummerFest #diversao #ferias #passeips #musica #natureza