top of page
  • Foto do escritorCarlaRibeiro

Dois vinhos excepcionais de 2022 da Herdade das Servas já chegaram ao mercado

Depois do trio Monte das Servas branco, rosé e tinto, é agora tempo da nova imagem do projeto de vinhos de Luis Serrano Mira, em Estremoz, no Alentejo, inaugurar mais dois rótulos, desta feita ambos de 2022.

Herdade das Servas
São eles o Herdade das Servas branco – branco deixa cair a menção Colheita Selecionada e muda também a garrafa – e do Herdade das Servas Sangiovese, o monocasta rosé.

A partir da colheita de 2022 como Herdade das Servas branco, mas homólogo do Colheita Selecionada, esta referência teve a sua primeira edição em 2006, tendo sido lançado todos os anos, a revelar a consistência dos vinhos e do projeto da família Serrano Mira. Resultado de uma vindima manual, a vinificação iniciou-se com desengace e esmagamento, seguido de prensagem pneumática, com proteção de oxidações. A decantação estática decorreu durante 48 horas e fermentação alcoólica, feita por casta, decorreu em cubas de inox com controlo de temperatura. O estágio “sur lie” foi, igualmente, feito em inox, durante três meses. Um branco límpido e de cor citrina, com aromas de pêssego, limão, tangerina e notas tropicais. É fresco, frutado, complexo, elegante e tem um final de boca persistente. Um branco pronto a ser plenamente desfrutado, mas que promete boa longevidade até uma década, a acompanhar saladas, mariscos, queijos, peixes e carnes brancas. Está disponível em garrafas de 750mL (€11,30) e 375mL (€5,55).

No caso do Herdade das Servas Sangiovese rosé 2022, até à fermentação o processo é igual ao do branco, sendo nesta fase parte do mosto fermenta em barricas de carvalho francês usadas e a restante parte em cuba de inox com controlo de temperatura. Concluída a fermentação alcoólica, o vinho estagia sur lie em cubas de inox e em barricas de carvalho, com recurso à técnica de bâtonnage durante três meses. Um rosé de cor salmão pálido, com aromas de framboesa, groselha, romã, notas florais e subtil tosta de barrica. Fresco, frutado, mineral e seco, tem um final de boca elegante e persistente, a pedir saladas, massas, pizzas, sushi e carnes brancas. Nesta edição, Serrano Mira acrescentou o formato de garrafas magnum. Os preços de venda ao público recomendados estão na ordem dos €12,30 (750mL) e €34,00 (1500mL).


Comentários


bottom of page