top of page
  • Foto do escritorCarlaRibeiro

Quinta da Boeira lança dois novos vinhos e avança com o Boeira Port Club

Vinhos premium, embalagens requintadas e uma forte aposta na ligação à história do Douro e do Porto conquistam públicos internacionais



A Quinta da Boeira acaba de colocar no mercado dois novos vinhos do Porto: o Porto Vintage 2021 e Porto 50 anos. O primeiro, de vinhas próprias da Quinta da Boeira, em Alijó, chega ao mercado este outubro, com um pack de três garrafas, a 170 euros em Portugal e 200 euros no mercado internacional, 3.500 caixas de três garrafas, com já 50% reservadas a clientes nacionais e internacionais; o segundo, Quinta da Boeira 50 Anos, já tem lançadas 500 garrafas, a 300 euros cada. Estes vinhos reforçam o posicionamento que a marca tem tido em mercados externos, nomeadamente Dinamarca e Estados Unidos da América, e a entrada recente no Vietname. “A aposta em vinhos de categoria superior (com qualidade e preços elevados) as embalagens requintadas que são já imagem de marca da Boeira, assim como a ligação que fazemos questão de manter viva com a história do Douro, do Porto e de Portugal, têm sido fundamentais no nosso posicionamento”, adianta Albino Jorge Sousa, administrador da Quinta da Boeira.



O Vintage 2021 chega de Vilarinho de Cotas, Alijó, a quinta que a empresa comprou em 2020. São 17 hectares de vinha, num total de 30 hectares, de onde sairão vinhos vocacionados para um segmento alto, com quantidades limitadas e qualidade superior. Para a enóloga da Quinta da Boeira, Helena Teixeira, “o terroir da Quinta da Boeira, em Alijó, a 530 metros de altitude, no Cima Corgo, tem bastante frescura, o que é ótimo para brancos e que eu tento manter nos tintos”. É, por isso, que este Vintage, o primeiro da Boeira, “apesar de ter nascido de um ano bastante quente e em que choveu na altura certa, é fresco… ainda está um bocadinho fechado, mas envelhecerá muito bem em garrafa", adianta a enóloga.

Quinta da Boeira lança dois novos vinhos no mercado e avança com Boeira Port Club

Para o próximo ano, a Quinta da Boeira prevê abrir as portas do palacete do seculo XIX, projetado pelo arquiteto Teixeira Lopes, que adquiriu há dois anos, em 2021, à família C. da Silva. Esta casa de 1850 vai ser transformada em pousada de luxo,” para acrescentar valor à marca dos vinhos Quinta da Boeira”, espera Albino Jorge. O projeto de arquitetura está com o ateliê ARQ2525, num investimento que pode atingir os 700 mil euros e que inclui também um salão para serviços para 80 a 100 pessoas e a melhoria do acesso, com a construção de um túnel, entre o armazém, onde são envelhecidos os vinhos do Porto da Boeira.


Commentaires


bottom of page